quinta-feira, 2 de junho de 2011

Os Sofistas

E.E.E.P Francisco Aristóteles de Sousa
Os Sofistas
Os sofistas se compunham de grupos de mestres que viajavam de cidade em cidade realizando aparições públicas (discursos, etc) para atrair estudantes, de quem cobravam taxas para oferecer-lhes educação. O foco central de seus ensinamentos concentrava-se no logos ou discurso, com foco em estratégias de argumentação. Os mestres sofistas alegavam que podiam "melhorar" seus discípulos, ou, em outras palavras, que a "virtude" seria passível de ser ensinada.
Protágoras (481 a.C.-420 a.C.), Górgias (483 a.C.-376 a.C.), e Isócrates (436 a.C.-338 a.C.) estão entre os primeiros sofistas conhecidos. Diversos sofistas questionaram a propalada sabedoria recebida pelos deuses e a supremacia da cultura grega (uma idéia absoluta à época). Argumentavam, por exemplo, que as práticas culturais existiam em função de convenções ou "nomos", e que a moralidade ou imoralidade de um ato não poderia ser julgada fora do contexto cultural em que aquele ocorreu. Tal posição questionadora levou-os a serem perseguidos, inclusive, por aqueles que se diziam amar a sabedoria: os filósofos gregos.
A conhecida frase "o homem é a medida de todas as coisas" surgiu dos ensinamentos sofistas. Uma das mais famosas doutrinas sofistas é a teoria do contra-argumento. Eles ensinavam que todo e qualquer argumento poderia ser contraposto por outro argumento, e que a efetividade de um dado argumento residiria na verossimilhança (aparência de verdadeiro, mas não necessariamente verdadeiro) perante uma dada platéia.
Os Sofistas foram os primeiros advogados do mundo, ao cobrar de seus clientes para efetuar suas defesas, dada sua alta capacidade de argumentação. São também considerados por muitos os guardiões da democracia na antiguidade, na medida em aceitavam a relatividade da verdade. Hoje, a aceitação do "ponto de vista alheio" é a pedra fundamental da democracia moderna.
Sofística era originalmente o termo dado às técnicas ensinadas por um grupo altamente respeitado de professores retóricos na Grécia antiga. O uso moderno da palavra, sugestionando um argumento inválido composto de raciocínio especioso, não é necessariamente o representante das convicções do sofistas originais, a não ser daquele que geralmente ensinaram retórica. Os sofistas só são conhecidos hoje pelas escritas de seus oponentes (mais especificamente, Platão e Aristóteles) que dificulta formular uma visão completa das convicções dos sofistas.
Os sofistas são os primeiros a romperem com a busca pré-socrática por uma unidade originária (a physis) iniciada com Tales de Mileto e finalizada em Demócrito de Abdera (que embora tenha falecido pouco tempo depois de Sócrates, tem seu pensamento inserido dentro da filosofia pré- socrática).
A principal doutrina sofística consiste, em uma visão relativa de mundo (o que os contrapõe a Sócrates que, sem negar a existência de coisas relativas, buscava verdades universais e necessárias). A principal doutrina sofística pode ser expressa pela máxima de Protágoras: "O homem é a medida de todas as coisas".
Tal máxima expressa o sentido de que não é o ser humano quem tem de se moldar a padrões externos a si, que sejam impostos por qualquer coisa que não seja o próprio ser humano, e sim o próprio ser humano deve moldar-se segundo a sua liberdade.
Outro sofista famoso foi Górgias de Leontini, que afirmava que o 'ser' não existia. Segundo Górgias, mesmo que se admitisse que o 'ser' exista, é impossível captá-lo. Mesmo que isso fosse possível, não seria possível enunciá-lo de modo verdadeiro e, portanto, seria sempre impossível qualquer conhecimento sobre o 'ser'.
Estas visões contrastantes com a de Sócrates (que foram adotadas também por Platão e Aristóteles, bem como sua "luta" anti-sofista) somada ao fato de serem estrangeiros - o que lhes conferia um menor grau de credibilidade entre os atenienses - contribuiu para que seu pensamento fosse subvalorizado até tempos recentes.
Moral, Direito, Religião
A sofística sustenta o relativismo prático, destruidor da moral. Como é verdadeiro o que tal ao sentido, assim é bem o que satisfaz ao sentimento, ao impulso, à paixão de cada um em cada momento. Ao sensualismo, ao empirismo gnosiológicos correspondem o hedonismo e o utilitarismo ético: o único bem é o prazer, a única regra de conduta é o interesse particular. Górgias declara plena indiferença para com todo moralismo: ensina ele a seus discípulos unicamente a arte de vencer os adversários; que a causa seja justa ou não, não lhe interessa. A moral, portanto, - como norma universal de conduta - é concebida pelos sofistas não como lei racional do agir humano, isto é, como a lei que potencia profundamente a natureza humana, mas como um empecilho que incomoda o homem. E tentam criticar a vaidade desta lei, na verdade tão mutável conforme os tempos e os lugares, bem como a sua utilidade comumente celebrada: não é verdade - dizem - que a submissão à lei torne os homens felizes, pois grandes malvados, mediante graves crimes, têm frequentemente conseguido grande êxito no mundo e, aliás, a experiência ensina que para triunfar no mundo, não é mister justiça e retidão, mas prudência e habilidade. Então a realização da humanidade perfeita, segundo o ideal dos sofistas, não está na ação ética e ascética, no domínio de si mesmo, na justiça para com os outros, mas no engrandecimento ilimitado da própria personalidade, no prazer e no domínio violento dos homens. Esse domínio violento é necessário para possuir e gozar os bens terrenos, visto estes bens serem limitados e ambicionados por outros homens. É esta, aliás, a única forma de vida social possível num mundo em que estão em jogo unicamente forças brutas, materiais. Seria, portanto, um prejuízo a igualdade moral entre os fortes e os fracos, pois a verdadeira justiça conforme a natureza material, exige que o forte, o poderoso, oprima o fraco em seu proveito. Quanto ao direito e à religião, a posição da sofística é extremista também, naturalmente, como na gnosiologia e na moral. A sofística move uma justa crítica, contra o direito positivo, muitas vezes arbitrário, contingente, tirânico, em nome do direito natural. Mas este direito natural - bem como a moral natural - segundo os sofistas, não é o direito fundado sobre a natureza racional do homem, e sim sobre a sua natureza animal, instintiva, passional. Então, o direito natural é o direito do mais poderoso, pois em uma sociedade em que estão em jogo apenas forças brutas, a força e a violência podem ser o único elemento organizador, o único sistema jurídico admissível.
Caros Alunos,
Realize um comentário de no mínimo quinze linhas do texto e faça uma relação das palavras que você não conhecesse e pesquise seus significados e postem juntas com o seu comentário. É de suma importância que em seu comentário seja colocado o seu nome, o seu número e a turma a que pertence.

Bibliografia:
http://pt.wikipedia.org/wiki/sofistas. Pesquisado em 01/06/2011

108 comentários:

  1. Os sofistas eram homens que ensinavam como objetivo de ganhar dinheiro,de ganhar mais.Eram homens que se juntaram pra fazer com que tudo que eles quisessem discutir,ou ensinar fosse algo importante eles faziam as coisas se tornar convencíveis,com argumentos que não havia que dissesse que aquilo que eles estavam falando era falso.
    A metodologia mais usada pelos sofistas era a antilogia onde acreditavam ser possível defender dois argumentos contraditórios e incentivavam os seus alunos a defenderem o mais fraco
    Os sofistas impulsionaram a areté política onde eles ajudavam a preparar os jovens para a vida pública e política.
    Contribuíram para a fundação da Paideia, fonte da formação e cultura ocidentais.
    Mayana Santiago de Oliveira Nº 43
    turma: Redes de computadores

    ResponderExcluir
  2. Os mestres que que se diziam sofistas cobravam para dar uma educação de qualidade para aqueles que queriam aprender,muitos sofistas questionaram a propalada sabedoria recebida pelos deuses,muita gente foram perseguidas pelo simples fato de falar que eram amantes da sabedoria.
    para os sofistas também ensinavam que qualquer argumento poderia ser contraposta por outro argumento.
    Hoje os sofistas só são reconhecidos através de seus oponentes,eles são os causadores de ainda se ouvir falar em sofistas hoje.
    Os sofistas insistiam em não se calar por uma simples opinião,sempre contraditavam,e levavam como seu principal ensinamento.
    O que eu achei de mais interessante nesse texto é que eles cobravam para ensinar as outras pessoas,e sempre davam sua opinião.
    nome;Jéssica maria turma;redes numero;18

    ResponderExcluir
  3. Os sofistas são mestres que viajavam de cidade em cidade realizando oparições e etc.Os mestres sofistas alegavam que podiam melhorar seus discípulos, ou, em outras palavras, que a virtude seria passível de ser ensinada.O foco central de seus ensinamentos concentrava-se no logos ou discurso, com foco em estratégias de argumentação.E os primeiros sofistas mais conhecidos foram Protágoras Górgias e Isócrates.Tal posição questionadora levou-os a serem perseguidos, inclusive, por aqueles que se diziam amar a sabedoria: os filósofos gregos.Os sofistas só são conhecidos hoje pelas escritas de seus oponentes (mais especificamente, Platão e Aristóteles) que dificulta formular uma visão completa das convicções dos sofistas.A metodologia mais usada pelos sofistas era a antilogia onde acreditavam ser possível defender dois argumentos contraditórios e incentivavam os seus alunos a defenderem o mais fraco.A sofística move uma justa crítica, contra o direito positivo, muitas vezes arbitrário, contingente, tirânico, em nome do direito natural.

    nome:João Emanuel P. de Sousa n°21
    turma:Redes de Computadores

    ResponderExcluir
  4. Eles ensinam as pessoas e tentarem ser melhorar, mas será que é só isso? Talvez vamos ler mais um pouquinho para entendemos melhor. Protágoras (481 a.C.-420 a.C.), Górgias (483 a.C.-376 a.C.), e Isócrates (436 a.C.-338 a.C.) estão entre os primeiros sofistas conhecidos. Lembrado que todas as pessoas têm opiniões diferentes. Então porque eles não iam ser? Os sofistas eram homens que ajudava muitas pessoas os jovens, as mulheres, homens etc. E eles sempre estavam Argumentando o que acontecia com as pessoas e com a sociedade. Agora vou escrever uma frase do texto os sofistas, Tal posição questionadora levou-os a serem perseguidos, inclusive, por aqueles que se diziam amar a sabedoria: os filósofos gregos. Será que só alguns que ama a sabe sabedoria? Para os sofistas o “o homem é a medida de todas as coisas" então que o homem era responsável por tudo, e que tudo estava, mas mãos dele do homem. No texto também falar da revolução de cada passagem de cada tempo, e um muito a parte da democracia moderna
    A principal doutrina sofística consiste, em uma visão relativa de mundo (o que os contrapõe a Sócrates que, sem negar a existência de coisas relativas, buscava verdades universais e necessárias). A principal doutrina sofística pode ser expressa pela máxima de Protágoras: "O homem é a medida de todas as coisas". Então que o homem pode fazem tudo muda fácil e desfaze as coisas. Lembrado que na que Le tempo tinha muitas pessoas que pensavam diferente dos sofistas, e que dizia por que não concordava
    A sofística move uma justa crítica, contra o direito positivo, muitas vezes arbitrário, contingente, tirânico, em nome do direito natural. Mas este direito natural - bem como a moral natural - segundo os sofistas, não é o direito fundado sobre a natureza racional do homem, e sim sobre a sua natureza animal, instintiva, passional. Então, o direito natural é o direito do mais poderoso, pois em uma sociedade em que estão em jogo apenas forças brutas, a força e a violência pode ser o único elemento organizador, o único sistema jurídico admissível.
    minha conclusão que os surfistas não se importavam com nos e sim pelo nosso dinheiro então são todos interesseiros. Eles eram muitos mal, porque eles poderiam não da aula pelo mesmo “roubar” das pessoas. “Acho que nunca” vou ser assim, pois não só interesseira, se for por mim dos viviam bem. Isso é meu comentário.
    Nome:Regilane Oliveira de Sousa. Turma: secretariado.

    ResponderExcluir
  5. Os sofistas se compunham de grupos de mestres que viajavam de cidade em cidade realizando aparições públicas para atrair estudantes, de quem cobravam taxas para oferecer-lhes educação. O foco central de seus ensinamentos concentrava-se no logos ou discurso, com foco em estratégias de argumentação. Os mestres sofistas alegavam que podiam "melhorar" seus discípulos, ou, em outras palavras, que a "virtude" seria passível de ser ensinada.
    Diversos sofistas questionaram a propalada sabedoria recebida pelos deuses e a supremacia da cultura grega .
    A conhecida frase "o homem é a medida de todas as coisas" surgiu dos ensinamentos sofistas. Uma das mais famosas doutrinas sofistas é a teoria do contra-argumento. Eles ensinavam que todo e qualquer argumento poderia ser contraposto por outro argumento, e que a efetividade de um dado argumento residiria na verossimilhança (aparência de verdadeiro, mas não necessariamente verdadeiro) perante uma dada platéia.

    Os Sofistas foram os primeiros advogados do mundo, ao cobrar de seus clientes para efetuar suas defesas, dada sua alta capacidade de argumentação. São também considerados por muitos os guardiões da democracia na antiguidade, na medida em aceitavam a relatividade da verdade. Hoje, a aceitação do "ponto de vista alheio" é a pedra fundamental da democracia moderna.

    Sofística era originalmente o termo dado às técnicas ensinadas por um grupo altamente respeitado de professores retóricos na Grécia antiga. O uso moderno da palavra, sugestionando um argumento inválido composto de raciocínio especioso, não é necessariamente o representante das convicções do sofistas originais, a não ser daquele que geralmente ensinaram retórica. Os sofistas só são conhecidos hoje pelas escritas de seus oponentes (mais especificamente, Platão e Aristóteles) que dificulta formular uma visão completa das convicções dos sofistas.

    Os sofistas são os primeiros a romperem com a busca pré-socrática por uma unidade originária iniciada com Tales de Mileto e finalizada em Demócrito de Abdera (que embora tenha falecido pouco tempo depois de Sócrates, tem seu pensamento inserido dentro da filosofia pré-socrática).

    A principal doutrina sofística consiste, em uma visão relativa de mundo (o que os contrapõe a Sócrates que, sem negar a existência de coisas relativas, buscava verdades universais e necessárias). A principal doutrina sofística pode ser expressa pela máxima de Protágoras: "O homem é a medida de todas as coisas".

    Concluo que não sou uma pessoa sofista, pois ele eram interesseiros, so pesavam no bem material, e o pior de tudo é que hoje, na nossa realidade, ainda esxistem pessoas assim, com uma visão sofista.

    Aluna: Ana Barbara Carolino Nascimento. nº 04. turma: secretariado.

    ResponderExcluir
  6. Os sofistas são mestres,eles viajavam de cidade realizando aparições publicas etc.Eles faziam isso para atrair os jovem que cobravam para lhe oferecer educação.
    os primeiros sufitas foram Isócrates,Protágoras e Górgias eles reclamavam nas praticas culturais os sufistas por exemplo ajudou muitas pessoas. a frase mais conhecidas deles é "o homem é a medida das coisas" assim essa frase diz muito em poucas linha ela esta ligada no mundo de hoje em que o homem vem acima de tudo.eles foram os primeiro afazer que as pessoas paga cem para tirar suas dividas.a pratica dos sufitas está muito entreligada com a ética ela é o ponto chave de tudo.também tem 3 palavras Moral, Direito,Religião que com elas o sufistas iam se aprimorando eles não usavam a violência mas sim o coração e a bondade deles para ajudar as pessoas

    nome:FRANCISCA NAIANE FERREIRA CORDEIRO
    TURMA:MANUTENÇÃO AUTOMOTIVA "A"

    ResponderExcluir
  7. Os sofistas nada mais eram do que professores que tentavam ensinar aos gregos seus modos de educação.Seu foco eram os discursos,pois achavam que o que era preciso era ter uma boa oratória,ou seja,uma boa estratégia de argumentação.Também achavam que podiam ensinar seus alunos a terem virtude.Questionavam a supremacia da cultura grega e dos deuses.Falavam,que as práticas culturais existiam em função de convenções ou "nomos", e que a moralidade ou imoralidade de um ato não poderia ser julgada fora do contexto cultural em que aquele ocorreu.A frase "o homem é a mediada de todas as coisas" não é de todo falsa,pois hoje em dia o individualismo realmente nos mostra isso,foram os primeiros advogados do mundo pois cobravam para defender seus clientes,pois tinham grande capacidade de persuadir as pessoas de época.Ou seja,os Sofistas não estavam de todo errados nem de todo certos,faziam suas coisas de acordo com seu modo de ver ao seu redor.Os sofistas impulsionaram a areté política onde eles ajudavam a preparar os jovens para a vida pública e política.
    Contribuíram para a fundação da Paideia, fonte da formação e cultura ocidentais.
    Nome:Emmanuel V.R. de Lima nº:12
    Curso:Redes de Computadores

    ResponderExcluir
  8. os sofistas eram pessoas que andavam viajando e pregando seus conhecimentos para os estudantes,e lhe cobravam uma taxa para que eles pudessem lhe ensinar.os principais sofistas foram sábios que atuavam como professores ambulantes de filosofia, ensinando, a um preço estipulado,ais sofistas foram Protágoras (481 a.C.-420 a.C) ,Górgias (483 a.C.-376 a.C.). e Isócrates (436 a.C.-338 a.C.).os sofistas foram reputados como grandes mestres, eram procurados por jovens bem-nascidos, dispostos a pagar muito dinheiro para aprender o que os filósofos tinham a lhes ensinar. O jovem buscava junto ao sofista a areté, qualidade indispensável para se tornar um cidadão bem-sucedido.
    o que valia em Atenas era a politica que dependia do bom uso da palavra. E os sofistas foram mestres na arte de bem falar.Os sofistas foram sábios que atuavam como professores ambulantes de filosofia, ensinando, a um preço estipulado.

    ResponderExcluir
  9. os solfistas podemos dizer que foram os primeiros professores.eles viajavam e discursavam afim de que os jovens estudantes entesassem pelo seu trabalho e pagassem uma taxa para aprenderem com eles.os solfistas alegaram que podiam melhorar ao nível de aprendizagem dos seus seguidores.muitos solfistas questionavam que sua sabedoria provinha dos deuses sendo que fora ate perseguido por aqueles que se diziam amar a sabedoria.uma doutrina bastante conhecida dos solfistas era a teoria do contra-tempo.os solfistas também foram os primeiros advogados que compravam para que resolvesse as causas das outras pessoas,eles eram conhecidos como os guardianias da democracia da antiguidade.os solfistas também foram os primeiros a romper com a busca pre-socrates.
    lais machado pereira n;26 curso;redes

    ResponderExcluir
  10. os sofistas eles foram os primeiros a cobrar pelos seus ensinamentos então as pessoas só aprendia o que eles ensinavam mesmo se não fosse o correto.as pessoas também só pagavam pelos seus ensinamentos porque não tinha outra opção.eles foram os primeiros a criar o contra argumento,ou seja, um argumento era o contraposto de outro.também sabemos que os sofistas usavam a metodologia antilogia porque eles defendiam todos os seus argumentos,ou seja,eles nunca estavam errados apenas correto.tá bem na cara que os sofistas não pensava no próximo mas em si própio sem pensar nas consequências ou causas dos seus atos,e as pessoas que pagavam por seus ensinamentos não tinha suas propias opiniões mas as dos sofistas.isso foi o que eu entendi.
    nome:Ana Kelle de Sousa Lima Nº02
    REDES DE COMPUTADORES

    ResponderExcluir
  11. Os sofistas
    A maior parte dos sofistas nasceu fora de Atenas,inicialmente na Itália meridional ,da Ásia menor, da Silicia posteriormente na própria Grécia.Os sofistas inauguraram a prática de se cobrar remuneração pelo ensino filosófico.Os sofistas normalmente atuavam em Atenas,porque lá havia a necessidade dos mestres para exercício político,por isso q em Atenas o ensino sofistico era mais procurado e lucrativo.Mas, dentre essas caracteristicas que atribui os sofistas vem em primeiro lugar sua forma de ensino ou seja,a doutrina sofistica.Dentre essa doutrina vinha o seguinte ditado,o homem não tem a capacidade de conhecer a natureza íntima das coisas e a lei moral absoluta.
    Iuri Rocha Santos. n°16
    Turma;REDES DE COMPUTADORES.

    ResponderExcluir
  12. OS SOFISTAS
    Os sofistas eram mestres que vendiam educação
    e dizia que poderiam melhorar as virtudes de seus seguidores, eles criavam argumentos que pareciam verdadeiros, mas não necessáriamente.
    Os sofistas na antiguidade eram respeitados por serem considerados os guardiões da democracia, além de pregar doutrinas relativas a visão de mundo, hoje eles são conhecidos graças a escrita de seus oponentes, a conhecida frase de que o homem é a medida de todas as coisas é a principal doutrina sofística, que fala que o homem não precisa ser outro externamente, ele deve ser livre para pensar e expressar opniões.
    Os sofistas eram perseguidos por alguns pensadores como sócrates, Platão e Aristóteles, que participavam da luta anti-sofista, a sofistica também apoia o interesse particular, pois é a sua única regra de conduta, segundo eles a ética não enfluencia no domínio de sí mesmo, mas no crescimento da própia personalidade.


    DYCLAR COSTA DE SOUSA N°10
    TURMA:REDES DE COMPUTADORES.

    ResponderExcluir
  13. cleane andrade ferreira n: 07
    redes em computadores.

    Os sofistas eram normalmente atuavam em Atenas,porque lá havia a ecessidade dos mestres para exercício político,por isso q em Atenas o ensino sofistico era mais procurado e lucrativo.
    A principal doutrina sofística consiste em uma visão relativa do mundo,sem negar a existência de coisas relativas.Os sofistas nada mais eram do que professores que tentavam ensinar aos gregos seus modos de educação.Quanto ao direito e à religião,a posição sofística é extremamente como na gnosiologia e na moral. Os sofistas inauguraram a prática de se cobrar remuneração pelo ensino filosófico, Os sofistas foram sábios que atuavam como professores ambulantes de filosofia, ensinando, a um preço estipulado. Os sofistas impulsionaram a areté política onde eles ajudavam a preparar os jovens para a vida pública e política.
    Contribuíram para a fundação da Paideia, fonte da formação e cultura ocidentais. relativamente eles eram capazes de se contrair com seus ireitos e deveres de modo sustentavel.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Sofista: Sujeito que usa de argumentos capciosos para enfraquecer o verdadeiro, em favor do falso, dando-lhe aparência de verdadeiro.Eles ensinavam técnicas que auxiliavam as pessoas a defenderem o seu pensamento particular e suas próprias opinioes,so acreditando nelas se ganhassem algo em troca.Foram conhecidos como os vendedores do saber,pois foram os primeiros a cobrar para ensinar a alguem.Dentre os sofistas os que mais se destacaram foi: Protágoras, Górgias, Hípias, Isócrates, Pródico, Crítias, Antifonte e Trasímaco, sendo que destes, Protágoras, Górgias e Isócrates foram os mais importantes.
    Ritchelly Maria Vieira Ferreira. n°36
    REDES DE COMPUTADORES.

    ResponderExcluir
  16. Os sofistas foram pessoas que viajavam em algumas cidades a procura de pessoas interessadas no que eles falavam e ensinavam,mas para isso eles cobravam uma taxa.Foram conhecidos por ter um poder de convencimento muito grande,todos os seus alunos acreditavam no que eles diziam.Os sofistas prezavam pelo desenvolvimento do espírito crítico e pela capacidade de expressão.Eram individualistas ,pensavam em si mesmos.O principal sofista e mais conhecido foi Protágoras que difundiu a frase: “O homem é a medida de todas as coisas, das coisas que são, enquanto são, das coisas que não são, enquanto não são”
    Joao Alves da Silva Filho n°20
    REDES DE COMPUTADORES.

    ResponderExcluir
  17. A maior parte dos sofistas nasceu fora de Atenas,inicialmente na Itália meridional ,da Ásia menor, da Silicia posteriormente na própria Grécia.os primeiros sufitas foram Isócrates,Protágoras e Górgias Os sofistas foram pessoas que viajavam em algumas cidades a procura de pessoas interessadas no que eles falavam e ensinavam ,mas para isso eles cobravam uma taxa
    eles Foram conhecidos por ter um poder de convencimento muito grande,todos os seus alunos acreditavam no que eles diziam e eles .Eram individualistas ,pensavam em si mesmos.O principal sofista e mais conhecido foi Protágoras que difundiu a frase: “O homem é a medida de todas as coisas, das coisas que são, enquanto são, das coisas que não são, enquanto não são”

    André Andrade da silva n°5
    REDES DE COMPUTADORES

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Os solfistas eram como mestres que viajavam realizando aparições publicas.O foco central de seus ensinamentos concentrava-se no logos ou discurso, com foco em estratégias de argumentação. eles cobravam taxas para educação.
    A maioria dos solfistas naceram em Atenas.O principal sofista e mais conhecido foi Protágoras que sua principal frase foi: “O homem é a medida de todas as coisas, das coisas que são, enquanto são, das coisas que não são, enquanto não são”
    Dentre os sofistas os que mais se destacaram foi: Protágoras, Górgias, Hípias, Isócrates, Pródico, Crítias, Antifonte e Trasímaco, sendo que destes, Protágoras, Górgias e Isócrates foram os mais importantes.


    Liliane Silva Nº:40
    Secretariado Escolar

    ResponderExcluir
  20. Os sofistas foram sábios que atuavam como professores ambulantes de filosofia, ensinando, a um preço estipulado, a arte da política, garantindo o sucesso dos jovens na vida política. Eles ensinavam a arte da retórica.

    Os escritos dos sofistas se perderam no tempo, os conhecemos a partir de comentários de Platão, que nos deixa uma visão estereotipada dos sofistas, denominados de charlatães, pois convencem os ignorantes de um saber que, na verdade não possuem.

    Para Platão, os sofistas não eram filósofos. Apesar disso, eles deixaram importantes contribuições à filosofia. Foram os primeiros a fazer uma distinção entre a physis (ordem natural) e o nomos (ordem humana). Afirmavam não haver uma verdade absoluta, diziam que o que existia eram opiniões. Protágoras “o homem é a medida de todas as coisas”, significa que, para ele cada homem seria a medida de sua própria verdade.

    Eram considerados como portadores de polimatia, ou seja, se posicionavam sobre qualquer assunto. Organizaram um currículo: gramática, retórica, dialética, aritmética, geometria, astronomia e música.

    ResponderExcluir
  21. Bom os sofistas foram pessoas que viajavam de cidade em cidade pregando suas doutrinas. A maioria dos sofistas nasceu fora de Atenas, inicialmente na ìtalia meridional, da ásia menor, da silicia, posteriormente na própia Grécia.
    Eles cobravam uma taxa em dinheiro para dar uma boa educação, e para isso eles criavam argumentos que pareciam ser verdadeiros, mas não necessariamente.
    sua frase mais conhecida que foi muita famosa foi: o homem é a medida de todas as coisas, é a principal doutrina sofística, que fala que o homem não precisa ser outro externamente, ele deve ser livre para pensar e expressar opiniões. E por cauda disso ficaram conhecidos como pai da democracia.

    Nome: Joicilene Ferreira Guerra N.22
    Redes De Computadores

    ResponderExcluir
  22. E.E.E.P Francisco Aristóteles de Sousa
    PROFESSOR:Áecio.
    TURMA:Redes De Computadores.
    NOME:Maria Raiane De Araújo. N°30

    OS SOFISTAS

    Os sofistas se eram grupos que viajavam de cidade realizando discursos, com argumentos para atrair estudantes, mas eles cobravam para oferecer-lhes educação. Eles tinham bons discursos, com estratégias e argumentação. Os mestres sofistas achavam que podiam sabia de tudo. Podemos destacar os primeiros sofistas Protágoras, Górgias e Isócrates.
    Diversos sofistas questionavam a sabedoria recebida pelos deuses. Argumentavam, por exemplo, que as práticas culturais existiam em função de convenções ou "nomos", e que a moralidade ou imoralidade de um ato não poderia ser julgada fora do contexto cultural em que aquele ocorreu.
    Os sofistas queriam passar o que sabiam através de argumentos bem articulados, mas eles ensinavam em troca de dinheiro, queria lucrar através de suas ideias, e muitas pessoas acreditavam neles, até que veio Socrátes um grande filosofo e um grande homem, veio para contradizer os sofistas, ele queria provar que os sofistas não sabia realmente de tudo, Socrátes questionava os sofistas, ele também se considerava o mais sábio, mas sabia que nem um ser sabe de tudo.

    ResponderExcluir
  23. Os sofistas eram professores viajantes que, por
    determinado preço, vendiam ensinamentos práticos de Filosofia. Sempre levando em consideração os interesses dos alunos pagantes, davam aulas de eloquência e de habilidade mental, ensinando conhecimentos úteis para o sucesso dos negócios públicos e privados. As lições dos sofistas não tinham como objetivo o estabelecimento de uma verdade única, mas, sim, o desenvolvimento do poder de argumentação, da habilidade oratória, do conhecimento das doutrinas divergentes; enfim, todo um jogo de raciocínio que seria utilizado na arte de convencer as pessoas, driblando as teses dos adversários. Em conclusão, os sofistas ensinavam aos seus discípulos que não pode haver conhecimento verdadeiro, mas só um conhecimento provável, por causa de sua origem sensível, e que não existe uma lei moral absoluta, mas somente leis convencionais. O fim supremo da vida é o prazer: esta é a única meta apropriada à dimensão rigorosamente empírica do conhecimento humano. Os sofistas impulsionaram a arte política onde eles ajudavam a preparar os jovens para a vida pública e política Quanto ao direito e à religião,a posição sofística é extremamente como na gnosiologia e na moral . Então que o homem pode fazem tudo muda fácil e desfaze as coisas. Lembrado que no tempo tinha muitas pessoas que pensavam diferente dos sofistas, e que dizia por que não concordava
    A sofística move uma justa crítica, contra o direito positivo, muitas vezes arbitrário, contingente, tirânico, em nome do direito natural A maior parte dos sofistas nasceu fora de Atenas,inicialmente na Itália meridional ,da Ásia menor, posteriormente na própria Grécia, "O fim supremo da vida é o prazer: esta é a única meta apropriada à dimensão rigorosamente empírica do conhecimento humano".

    ResponderExcluir
  24. Os sofistas se achavam o dono da verdade e eles era viajantes que faziam aparições publicas com discursos,e queriam influenciar pessoas para seguir seus ensinamentos.A principal doutrina dos sofística eram que: "O homem é a medida de todas as coisas".Sofística era uma palavra dada às técnicas ensinadas por um grupo altamente respeitado de professores.Os Sofistas foram os primeiros advogados do mundo,pois cobravam das pessoas para efetuar suas defesas.São também considerados por muitas pessoas os guardiões da democracia(na antiguidade).Os sofistas eram muitos individualistas,e só pensavam em si popio.Eles eram uma especie de comerciantes da sabedoria,pois vendiam seus conhecimentos por onde passavam.A maior partes dos sofistas eram de Atenas.

    ResponderExcluir
  25. Os sofistas são mestres que viajavam de cidade em cidade realizando discursos para o público para atrair estudantes,que tinham que pagar taxa para receber educação,os seus ensinamentos eram voltados para as estratégias de argumentação. Os sofistas diziam que os seus discípulos seriam capazes de serem ensinados,Protágoras,Górgias e Isócrates foram os primeiros sofistas mais conhecidos. Diversos outros sofistas questionavam a sabedoria recebida pelos deuses,ou seja uma ideia absoluta à época. A principal doutrina sofística consiste em uma visão relativa do mundo,sem negar a existência de coisas relativas. Quanto ao direito e à religião,a posição sofística é extremamente como na gnosiologia e na moral.
    Os sofistas queriam demonstrar que sabiam de tudo,mais os filósofos sabiam mais do que eles,as respostas dos filósofos eram mais concretas,já as respostas dos sofistas,demonstravam que eles não entendiam do assunto,as suas respostas eram muito indecisas.

    Francisco Ednilson De Sousa Pinheiro Nº14
    Redes de Computadores

    ResponderExcluir
  26. Os solfistas viajavam de cidade em cidade, com foco em estrategias. Os solfistas argumentavam por exemplo, que as praticas culturais existiam em função, eles também ensinavam que todo e qualquer argumento poderia ser contraposto por outro argumento.Hoje a aceitação do ponto de vista alheio é a pedra fundamental da democracia moderna. A principal doutrina solfistas pode ser expressa pela máxima de protagoras:O Homem é a medida de todas as coisas.

    Ana Paula, 06
    Secretariado Escolar

    ResponderExcluir
  27. os sofistas são pessoas que viajavam em cidade e cidade fazendo discursos para as pessoas e essas pessoas são estudantes, que eles cobravam para ensinar a eles a educação e com esses ensinamentos eles falavam que eles poderiam repassar a virtude.Protágoras , Górgias , e Isócrates entre os primeiros sofistas conhecidos. alguns sofistas questionaram a sabedoria recebida pelos deuses e sobre e a cultura grega e que as praticas culturais eram feitas em função de convenções.
    uma frase ficou bem famosa que os sofistas inventaram que foi "o homem é a medida de todas as coisas." e a mais famosa teoria a teoria-argumental, eles disseram que qualquer argumento pode ser mudado e por isso foram os primeiros advogados porque eles cobravam aos seus clientes para defende-los.
    eles se originaram da grecia por um grupo de professores.
    então para concluir naquele tempo os sofistas eram os mais sábios, mas quando alguém conseguia desmite-los não era mais considerados mais sofistas.

    Luiz Rodrigo
    Automotiva A N:34

    ResponderExcluir
  28. Aluna:Ana Quésia da Silva. curso:redes de computadores.
    Os sofistas eram pessoas que achavam que sabiam de tudo. Eles eram considerados como mestres. E o principal foco deles era o discuso e as argumentações. Protágoras,Górgias e isócrates eram uns dos primeiros sofistas mais conhecidos,segundo os sofistas o direito natural,não é o direito fundado sobre a natureza racional do homem e sim sobre a natureza animal,instintiva,passional. Eles achavam que o direito natural era o direito do mais poderoso. Os sofistas ainda foram perseguidos pelos filosófos aqueles que diziam amar a sabedoria. Uma das teorias mais famosas dos sufistas,é a teoria do contra argumento. Sofística era originalmente o termo dado às técnicas ensinadas por um grupo altamente respeitado de professores retóricos na Grécia antiga. A principal doutrina sofística consiste, em uma visão relativa de mundo (o que os contrapõe a Sócrates que, sem negar a existência de coisas relativas, buscava verdades universais e necessárias).A sofística sustenta o relativismo prático, destruidor da moral. Como é verdadeiro o que tal ao sentido, assim é bem o que satisfaz ao sentimento, ao impulso, à paixão de cada um em cada momento. A sofística sustenta o relativismo prático, destruidor da moral. Como é verdadeiro o que tal ao sentido, assim é bem o que satisfaz ao sentimento, ao impulso, à paixão de cada um em cada momento.

    ResponderExcluir
  29. Os sofistas surgiram como pensadores,oa alcance do homem estão apenas leis e costumes morais que ele mesmo estabeleceu por convenções sujeitas a mudanças.O conhecimento varia de acordo com as pessoas,o individuo interpreta segundo seus interesses e conhecimentos.Os sofistas se compunham de grupos de mestres que viajavam em cidade realizando aparições públicas,discursos e etc.Os primeiros sofistas foram Protágoras,Górgias e Isocrates.Esses sofistas foram conhecidos por ter um poder de conhecimento muito grande,todas as pessoas acreditavam no que eles diziam,eleseram individualistas.Os sofistas foram os primeiros advogados do mundo.Os maiores sofifistas nasceram fora de atenas.Eles surgiram como pensadores isolados. Nayane amaral de lima/ n;30 / Secretariado Escolar

    ResponderExcluir
  30. Os sofistas eram feitos de grupos de mestres que viajavam de cidade em cidade realizando aparições públicas (discursos, etc) para atrair estudantes, de quem cobravam taxas para oferecer-lhes educação. O foco central de seus ensinamentos concentrava-se no logos ou discurso, com foco em estratégias de argumentação. Os mestres sofistas alegavam que podiam "melhorar" seus discípulos, ou, em outras palavras, que a "virtude" seria passível de ser ensinada.

    Diversos sofistas questionaram a propalada sabedoria recebida pelos deuses e a supremacia da cultura grega . Argumentavam, por exemplo, que as práticas culturais existiam em função de convenções ou que a moralidade ou imoralidade de um ato não poderia ser julgada fora do contexto cultural em que aquele ocorreu.

    A conhecida frase "o homem é a medida de todas as coisas" surgiu dos ensinamentos sofistas. Uma das mais famosas doutrinas sofistas é a teoria do argumento. Eles ensinavam que todo e qualquer argumento poderia ser propostas por outro argumento. A moral para os sofistas era como uma lei de conduta

    Para acabar com esse pensamento sofistas surgiu à ética sócratis, Sócratis é um dos maiores sábios daquela época. Para derrubar os sofistas saiu perguntando coisas simples até que nenhum dos sofistas não tinham mais argumentos para lhe responder, sócratis era humilde quando não sabia de uma coisa dizia mas os sofistas ficavam enrrolondo.

    ResponderExcluir
  31. os sofistas apos as grandes vitorias gregas atenienses conta o império persa houve um triunfo politico da democracia como acontece todas as vezes que o povo sente de repente a sua forca .e visto que o dominio pessoal em tal regime depende da capacidade de conquistar o povo pela persuação compreender-se a importância que o semelhante devia ter a oratória e por conseguente os mestres de eloquência dos sofistas .foram conhecidos por ter um poder de convencimento muito grande ,todos os seus alunos acreditavam no que eles diziam .eram individualista pensavam em si mesmo o principal sofista mais conhecido foi protágoros . o homem e a medida de todas as coisas ,das coisas que são.a maior parte dos sofistas nasceu fora de Atenas.

    Bruna Nunes, 11
    Secretariado Escolar

    ResponderExcluir
  32. os sofista é um grupo de mestres viajantes que acompanha realizaçaes publicas,o foco dos sofista e ensinar e concentrar os discursos,em argumentaçoes,os sofista falavam que precisavam conseguir mais dicipulos os sofista argumentavam que as praticas culturais existiam em funçao de convençoes,eles falavam que a moralidade ou imoralidade de um ato ,nao poderia ser julgada fora do contexto cultural,os sofista foram os primeiros advogados do mundo Priscila Cassiano da costa/secretariado escolar

    ResponderExcluir
  33. Os sofistas questionaram a propalada sabedoria recebida pelos deuses e a supremaciada cultura grega. Os mestres sofistas alegavam que podiam melhorar. Os sofistas e a teoria do contra-argumento. Os sofistas foram os primeiros advogados do mundo. Os sofistas só são conhecidos pelos escritos de seus oponentes. Os soficstas são os primeiros a romperem com busca pré-socrática por uma unidade originária. Os sofistas compunham-se de um grupo para viajarem na cidade realizando apariações para atrair estudantes. Diversos sofistas questionaram a propalada (sabedoria recebida pelos deuses) e a supremacia da cultura grega.

    Valdiana Castelo, 36
    Secretariado Escolar

    ResponderExcluir
  34. Os sufistas se relacionam também com o surgimento da ética. Sócrates começou a observar os sofistas.Os sofistas foram os primeiros advogados do mundo,eles cobravam seus clientes.Sócrates queria ser o mais inteligente,então ele conversava com os sofistas e quando chegava a tal ponto,os sofistas ficavam sem argumentos. A principal doutrina sofistica pode ser expressa pela máxima de protagonismo ."O homem é a medida de todas as coisas" esta máxima o sentido de que o próprio homem deve moldar-se segundo a sua liberdade. A sofística,era a favor do relationismo prático,isto é "destruidor da moral.Segundo o ideal dos sofistas,não está na ação ética e ascética,no domínio de si mesmo,na justa para com os outros.Os sofistas eram grupos de mestres que viajavam de cidade para cidade e que cobravam taxas para oferecer ensino. O ponto forte dos sofistas era a argumentação.

    ResponderExcluir
  35. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  36. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  37. Os Sofistas eram professores viajantes que, por determinado preço,vendiam ensinamentos práticos de Filosofia, também conhecidos por " aqueles que se dedicavam a instruir e a educar os cidadãos atenienses interessados em participar na vida da cidade-Estado” . Naquela época , os sofistas significavam mestres do saber.
    Apresentavam-se como mestres de oratória a fim de obter vitória na argumentação. Arte de discursar; oratória, enfeites exagerados na linguagem.
    Ensinavam técnicas que auxiliavam as pessoas a defenderem o seu pensamento particular e suas próprias opiniões contrárias sobre o mesmo para que dessa forma conseguisse seu espaço.
    Por desprezarem algumas discussões feitas pelos filósofos, eram chamados de céticos até mesmo por Sócrates que se rebelou contra eles dizendo que desrespeitavam a verdade e o amor pela sabedoria. Os Sofistas eram professores viajantes que, por determinado preço, vendiam ensinamentos práticos de Filosofia, também conhecidos por “aqueles que se dedicavam a instruir e a educar os cidadãos atenienses interessados em participar na vida da Cidade-estado”. Naquela época, os sofistas significavam mestres do saber.

    Laryssa Ferreira e Silva N° 27 Curso: Redes de Computadores

    ResponderExcluir
  38. Sofistica tinha como seu objetivo o desenvolvimento do poder de argumentação ou conhecimentos. Eram porém,professores viajantes,que aproveitavam seus conhecimentos para "comprar" os interesses dos alunos.
    Tinha por ventura,um método que lhes proporcionavam mais e mais conquistas. Tinham ensinamentos de Filosofia(Reflexão),e davam conhecimentos de grande interesse aos alunos,como por exemplo;Raciocínio para com os seus negócios futuros. Isso fazia valer seus desejos de "drible" para com as teses adversárias. Fazendo então uma grande confusão de verdades,não sendo unica ou absoluta. Passando-se a depender especificamente do Homem e de seu momento para poder-se alto avaliar ou encontrar.
    Torna-se portanto,um desenvolvimento bem prévio dos "Sofistas". Foram eles os grandes responsáveis pela realidade fictícia,fazendo gerar confusão sobre a verdade,a ponto de perderem o seu verdadeiro e absoluto sentido. Definindo por fim,sua verdadeira característica que poderia ser uma explicação de falsidade.

    Nome: Luana Ferreira Alves
    Número: 32
    Turma: Manutenção Automotiva A

    Tema: "Os Sofistas".

    ResponderExcluir
  39. Os sofistas sistematizaram e transmitiram uma série de conhecimentos estudas até os dias de hoje, dominavam técnicas avançadas de discurso e atraiam muitos aprendizes. Eles não ensinavam em um determinado local, eram conferencistas itinerantes, viajando constantemente. Os sofistas ensinavam por meio de uma designação geral de filosofia que compreendia uma série de conhecimentos não abordados pela escola regular, como: física, geometria, medicina, astronomia, retórica, artes e a filosofia em si.
    A filosofia de vida dos sofistas adotava uma visão de mundo extremamente egoísta e utilitária diante dos problemas da atividade prática, por isso foi que Sócrates se levantou fortemente contra esta doutrina.
    Os sofistas eram considerados mestres da oratória, que cobravam um alto preço dos cidadão para aplicação e ensino de suas habilidades de discurso, que para os gregos eram fundamentais para a política. Os sofistas defendiam que a verdade surgia por meio do consenso entre os homens.

    Maria Alexandra N°28 Curso: Redes de Computadores

    ResponderExcluir
  40. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  41. Os Sofistas eram grupos de mestres que passavam de cidade em cidade realizando aparições públicas, na qual cobrava pelo seu ensinamento por causa disso eles foram os primeiros advogados do mundo.
    Os sofistas na antiguidade eram respeitados por serem considerados os guardiões da democracia, alem de pregar doutrinas relativas a visão do mundo.Eram considerados como portadores de polimia, ou seja, posicionavam-se sobre qualquer assunto. Eles organizaram um currículo:retórica, aritmética, gramática, dialética, astronomia,música e geometria.
    Os primeiros sofistas foram:Protágoras, Isócrates e Górgias.
    Os sofistas so são conhecidos hoje pelas escritas de seus oponentes que dificulta formular uma visão completa das convicções dos sofistas. No qual seus oponentes era: Platão, Aristóteles e Sócrates.

    Aluna: Mirelly Marinho da Silva Nº32
    Curso: Redes de Computadores

    ResponderExcluir
  42. Nome: Daniel Cristian Aragão Paula Nº8
    Turma: Redes de Computadores

    Os sofistas eram pessoas que viajavam de cidade em cidade, a traz de alunos que estariam dispostos à paga pelo o ensino, os sofistas Protágoras (481 a.C.-420 a.C.), Górgias (483 a.C.-376 a.C.), e Isócrates (436 a.C.-338 a.C.) estão entre os primeiros sofistas mais conhecidos, a frase mais conhecida dos sofistas era “o homem é a medida de todas as coisas”.
    Eles encimavam que um argumento poderia ser composto por outro argumento, e eles convenciam as pessoas por que falava com muita segurança mesmo que não soubesse sobre o assunto que se tratavam, os sofistas foram os primeiros advogados a cobra de seus clientes para argumenta em sua defesa os sofistas, são conhecidos hoje devido às escritas de seus oponentes como Platão e Aristóteles que dificulta o entendimento sobre os sofistas.

    ResponderExcluir
  43. Os sofistas eram mestres que se achavam os donos da verdade,viajavam de cidades em cidades a procura de alunos para distribuir seus conhecimentos,mas em troca cobravam uma taxa em dinheiro.Foram conhecidos principalmente pelo seu egoismo e pela sua facilidade de convencer as pessoas,em derteminados assuntos que nao sabiam,argumentavam ate parecer que eles sabiam completamente sobre eles.No mesmo tempo,surgiu Socrates que foi declarado por Apolo,um Deus grego,o homem mais sabio da Grecia,assim para ter certeza ele comecou a sair pela Grecia atras de todas as pessoas.Comecou a questionar todos os sofitas,causando encomodo a eles.Elaborou a etica socratica que dizia que para um homem ser sabio ele deveria ter humildade,ela veio em contraposicao que evoluiu pela etica,criando a etica particular,que dizia que o ser humano tem que ter consciencia que nao sabe de tudo.Em base , aEtica Socratica veio para questionar os sofistas.
    Ritchelly Maria Vieira Ferreira n°36
    REDES DE COMPUTADORES.

    ResponderExcluir
  44. Os sofistas eram professores ambulantes que viviam viajando divulgando seus conhecimentos,onde reuniam grandes publicos,atraves de palestras e discursos ,no qual cobravam uma quantia por isso.Se jugavam grandes sabios e diziam que poderiam melhorar seus discipulos,por terem boa forma de divulgar o que sabiam acabaram se tornando os primeiros advogados,pois cobravam pelos seus servicos.Mas apesar de tanta divulgacao,nao eram tao sabios assim,pois ninguem e dono de toda a verdade,nem sempre conseguiam responder as perguntas que lhe eram feitas ,so que nao passavam por mentirosos comecavam a argumentar fazendo com que seus alunos ficassem confusos e nao questionassem mais.
    Kezia Barroso de Sousa. n°25
    Redes de computadores.

    ResponderExcluir
  45. Hitallo

    Os sofistas eram mestres que si achavam o dono de todo o conhecimento, eles viajavam fazendo seus discursos onde eram realizados em praças publicas através de palestras,com todo esse divino conhecimento o qual os sofistas diziam ter,eles faziam esse discursos para atrair pessoas e aprendiz, mas não era assim não apezar de passar tudo o que sabia eles usavam de mar fé de cobra uma quantia em dinheiro muito alta eles si jugavam de ser grandes sabíos,mas por tanto eram uns dos verdadeiros falsos profetas,mas apesar de tanto conhecimento eles não eram sabíos assim por que ninguém sabe a divina verdade.Os sofistas foram um dos primeiros advogados do mundo,foram um dos primeiros a romperem com a busca pré-socrática,entam com base nesse conhecimento conclui que os sofista quando alguém conseguia desmiti-los psssavam não ser mais aquele o qual dizia ser os grades sabíos não era mais sofistas.

    Hitallo Ferreira De Mesquita n°15
    turma;Rdes de computadores

    ResponderExcluir
  46. Os sofistas eram formados por grupos compostos por supostos mestres que andavam em lugares realizando discursos para atrair as pessoas,geralmente eram mais os estudantes,pois os mesmos eram os que tinham mais duvidas,e essas tais informações que eles davam eram oferecidas em troca de pagamento.Os sofistas diziam-se ser os melhores professores ou talvez os ‘donos da verdade’,eles na antiguidade também foram considerados os primeiros advogados,pois eles cobravam o pagamento para depois trabalhar em torno de seu ensino,que ao mesmo era dado como superior.
    Pode-se dizer que o significado do termo ‘SOFISTAS’ na antiguidade não é igual ao que chegamos denominar como sofistas em nossa atualidade. A ação realizada pelos sofistas é considerada atualmente como não ética e não moral ,pois destrói totalmente os valores do que é ser ético e moral; a intenção dos sofistas fugiam completamente dos padrões, pois eles cobravam para dar seus ensinamentos, e esses por sua vez acabavam sendo completamente errados.
    Thalita de Lima Sales. N* 39
    Manutenção Automotiva A

    ResponderExcluir
  47. O movimento de uma nuvem e o gorjeio de um pássaro despertam na criança um sentimento de maravilha e prazer. A criança está muito próxima da poesia das coisas naturais. E assim como os gregos, não receia mostrar seu corpo, esbelto, porque não conhece a vergonha. È franca em todos os seus desejos, pensamentos e funções naturais. È tão supremamente espontânea que atingiu a completa expressão de si mesma.
    Nossas regras sociais de moralidade ter-lhes-iam parecido incômodas… não, porém, porque fossem de algum modo imorais. Um povo tão jovem e sincero nunca poderia ser chamado de imoral, pela mesma razão porque não o fazemos com a criança, que ainda não aprofundou bastante a distinção entre mal e bem

    Para os Sofistas o discurso era fundamental ou seja o poder da fala e a capacidade para convencer, não importando a veracidade do que era dito.A verdade dos discursos não era o mais importante e sim a capacidade de convencimento das palavras. O mais importante seria convencer ao público que o adversários não tinha razão.
    Dayse Soares Fernandes N°15
    Sec.Escolar

    ResponderExcluir
  48. Os sofistas defendem abertamente o valor formativo da cultura (Padeia), que não se resume à soma de noções, nem tão pouco ao processo da sua aquisição. A sua educação visa a formação do homem como um ser concreto, membro de um povo e parte de um dado ambiente social. A educação torna-se a segunda natureza do homem. Deste modo, os sofistas afastam-se da tradição aristocrática, ligada à afirmação de factores inatos. Os sofistas manifestam frequentemente uma visão optimista do homem, segundo a qual este possui uma inclinação natural para o bem. Protágoras foi um defensor desta posição.

    Constatando a influência dos factores sociais na formação dos homens e na modelação do seus comportamentos, a existência de uma pluralidade de culturas e modos de pensar, os sofistas acabam por defender a relatividade de todo o conhecimento e dos valores, negando a sua universalidade.
    "Protágoras dizia que o homem é a medida de todas as coisas, o que significa que o que parece a cada um também o é para ele concerteza". Aristóteles.Met.XI, 6,1062.

    Partindo desta princípio, acabam por afirmar a identidade entre o verdadeiro e o falso

    "Sobre cada argumento podem-se adiantar dois discursos em perfeita antítese entre si", Frag.de Protágoras, em Diogénes de Laércio, IX, 50.

    "Se todas as opiniões e todas as aparências são verdadeiras, conclui-se necessariamente que cada uma é verdadeira e falsa ao mesmo tempo. Visto que, frequentemente, surgem, entre os homens, opiniões contrárias, e cremos que se engana quem não pensa como nós, é obvio que existe e não existe ao mesmo tempo a mesma coisa. Admitindo isto, deve-se também admitir que todas as opiniões são verdadeiras. (...) Se as coisas são como afirma Protágoras, será verdade o que quer que se diga". Aristóteles. Met.IV,5,1009

    Tamires Pinheiro N°35
    Sec.Escolar

    ResponderExcluir
  49. Os sofistas foram sábios que atuavam como professores ambulantes de filosofia, ensinando, a um preço estipulado, a arte da política, garantindo o sucesso dos jovens na vida política. Eles ensinavam a arte da retórica.

    Os escritos dos sofistas se perderam no tempo, os conhecemos a partir de comentários de Platão, que nos deixa uma visão estereotipada dos sofistas, denominados de charlatães, pois convencem os ignorantes de um saber que, na verdade não possuem.

    Para Platão, os sofistas não eram filósofos. Apesar disso, eles deixaram importantes contribuições à filosofia. Foram os primeiros a fazer uma distinção entre a physis (ordem natural) e o nomos (ordem humana). Afirmavam não haver uma verdade absoluta, diziam que o que existia eram opiniões. Protágoras “o homem é a medida de todas as coisas”, significa que, para ele cada homem seria a medida de sua própria verdade.

    Eram considerados como portadores de polimatia, ou seja, se posicionavam sobre qualquer assunto. Organizaram um currículo: gramática, retórica, dialética, aritmética, geometria, astronomia e música.

    Luanna B. de Lima nº:22 Secretáriado Escolar

    ResponderExcluir
  50. Os sofistas são um grupo de pessoas que cobram para educar, eles agem com interesses financeiros, essas pessoas ficam mais são os jovens os seus maiores foco que precisam desse ensinamento os sofistas só ficaram reconhecidos quando Aristóteles e Platão escreveram sobre eles. Os sofistas foram uns dos primeiros há quebrarem as éticas e as morais que se estabeleciam naquele local, eles por saberem vários assuntos se tornaram os primeiros advogados. A frase surgiu-se com os ensinamentos dos sofistas e com isso as pessoas começaram a pensar que p homem era o centro de tudo, seus ensinos também falavam que o homem não era pra ter justiça e rebeliões, mais sim prudência e habilidade eles diziam que a justiça, a justa critica, e o direito maternal não vinha da racionalidade do homem, e sim da sua natureza animal e para eles os que tinham direito e eram racionais eram somente os poderosos. Os sofistas pensaram e viram que era preciso a conduta moral então eles consideraram, não com o racional do homem, mais sim o que incomoda aos homens. Hoje, sofremos pelo o que os sofistas fizeram há vários anos atrás mais a culpa não é somente deles, mais sim nossa pois colaboramos para que o mundo seja ante ético e ante moral.

    Joyce Lima da Silva n*30
    Manutenção Automotiva (a)

    ResponderExcluir
  51. os sofistaeram anti-éticos,por que seus ensinamentos era com finalidade de ganhar dinheiro,foco dos sofistas era ensinar e gconcentrava-se em logos discursos,com foco em estratégias de argumentação.
    os sofistas foram os primeiros advogado do mundo,por que assim como os advogados de hoje cobram para defender alguém.Todos que faziam parte desse grupo(sofitas) achavam que a virtude pode ser ensinada.
    Entretanto,os sofitas encontraram um oponente Sócrates,que questionava suas ações,por exemplo:perguntava o que era a felicidade.E assim ele(Sócrates)perguntava até eles não saberem mais responder,para mostra que eles não sabiam tudo sobre o mundo.
    Destuidores da moral e da ética assim eram os sofitas,pessoas encapaz de pensar num todo,e na sociedade.

    Francisca Ivana n:16
    Manutenção automotiva(A)

    ResponderExcluir
  52. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  53. Os sofistas era uma tipo de metres que andavam de cidades em cidades fazendo descursos ensinamentos para cada uma aprender prescisaria paga um tanto para aprender com eles.Os primeiros sofistas foram Protágoras (481 a.C.-420 a.C.), Górgias (483 a.C.-376 a.C.), e Isócrates (436 a.C.-338 a.C.).A principal frase deles foi a que "o homem é a medida de todas as coisas" .Os Sofistas foram considerados os primeiros advogados do mundo, por sabe se expressa bem com os outros e cobrava de cada um um tanto.Como eles ensinavam os outros em troca recebia pagamentos ele ganhava muitas coisa Esse domínio violento é necessário para possuir e gozar os bens terrenos, visto estes bens serem limitados e ambicionados por outros homens, materiais.
    Sócrates,Platão e Aristóteles eram contra os sofistas chamados de anti-sofista. Que eles perguntavam para eles coisas faceis so que continuavam a pergunta ate que os sofistas não conseguiriam responder com o que era a "alegria" ? por que tinha que ter alegria ? como ela apareceu e etc...

    NOME:SILDÁCIO FILHO RODRIGUES DE LIMA N:37
    CURSO:MANUTENÇÃO AUTOMOTIVA "A"

    ResponderExcluir
  54. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  55. os sofistas eram grupos de viajantes que viviam em cidade ,cidade realizando grandes aparições para atrair estudates, cobrava grandes taxas para ensinar.
    Os seus ensinamentos era concentrada em longos discursos,num foco estratégicos e de argumentação.
    Os sofistas foram o primeiros advogados do mundo,ao cobrar de seus clientes para efetuar,suas defesas,dada a sua alta capacidade de argumentação.
    A principal doutrina sofística consiste,em uma visão relativa do mundo(o que os contrapôe a Sócrates que sem negar a existencia de coisas relativas,buscava a verdades universais e necessárias). a frase que marcou os sofistas foi:o homem é a medida de todas as coisas. Sócrates disse que era mentira,que o homem não era a medida de todas as coisas.os sofistas move uma justa crítica, contra o direito positivo,muitas vezes arbitrário,contigente,tirânio,em nome do direito natural.
    Francisca Mikaelle n:17
    Sec.Escolar.

    ResponderExcluir
  56. os sofistas eram professores viajantes que, por determinado preço, vendiam ensinamentos. também conhecidos como "aqueles que se dedicavam a instruir e educar cidadãos atenienses que se interessavam participar na vida da cidade-estado", os sofistas sognificavam mestres do saber, os conteúdos que eles consideravam importante e que não tinham que dar satisfação cada um salientava.

    protágoras ensinou pormuitotempoem atenas, tendo como princípio básico de sua doutrina a frase: O homem é a medida de todas as coisas; daqueles que são enquanto são; e aqueles que não são, enquanto não são.

    O filósofo socrátas, rebelou-se contra os sofistas, dizendo que não eram filósofos, pois não tinha amor pela sabedoria nem respeito pela verdade, defendendo qualquer idéia, se isso tivesse vantajem. corropiam o espiríto dos jovens, pois faziam o erro e a mentira valer tanto quanto a verdade.
    Thaís Naikyn n:38
    manutenção automotiva

    ResponderExcluir
  57. Os sofista eram mestres que andava pelas cidades, fazendo palestras, o seu foco central dos discursos,era trazer a educação.Eles usavam estrategias de argumentação, eles diziam que com esse discursos eles iam melhorar as pessoas.Os sofistas,do pensamento grego é o chamado período sistemático. Que quer dizer que eles O segundo período da história do pensamento grego é o chamado período sistemático. Com efeito, nesse período realiza-se a sua grande e lógica sistematização, culminando em Aristóteles, através de Sócrates e Platão , que fixam o conceito de ciência e de inteligível, e através também da precedente crise cética da sofística.O tipo de conhecimento deles era imensa,a pesar deles serem os primeiros advogados,eles ofereciam aos seus clientes uma forma de defesa dada sua alta capacidade de argumentação.O termo grego sofista designa homem hábil ou sábio em qualquer assunto, significa 'mestre da sabedoria'. Os sofistas promoveram a viragem, na história da filosofia, dos temas ligados à Natureza (aos quais se dedicaram os filósofos pré-socráticos) para o tema do Homem (antropologia) e com eles levantaram-se as primeiras questões da filosofia da linguagem.A metodologia mais utilizada pelos sofistas é a Antilogia .
    Acreditavam ser possível defender dois argumentos contraditórios e incentivavam os seus alunos a defenderem o mais fraco.Neste sentido , a verdade dos discursos é a verdade que serve o homem concreto. É a verdade relativa . Adriano Moraes dos Santos
    Manutenção Automotiva "B"

    ResponderExcluir
  58. Os sofistas eram pessoas que realizavam aparições para atrair estudantes,de quem cobravam taxas para lhe oferecer educação.Eles tambem diziam que a virtude seria possivel de ser ensinada.Protagoras,Gorgias e Isócrates estão entre os primeiros sofistas conhecidos.
    Os sofistas foram considerados os primeiros advogados do mundo,ao cobrar de seus clientes para efetuar suas defesas.A maior parte dos sofistas nasceram fora de Atenas,mas se mudaram para lá por que o ensinamento sofistico era mais procurado e mais lucrativo.

    Gilberto Ferreira dos Anjos n°25
    Manutenção Automotiva

    ResponderExcluir
  59. Os sofistas eram uma espécie de professores que só pensavam no que eles iriam ganhar em troca, pois eles ensinavam para ganhar dinheiro em troca dos seus ensinamentos, eles só pensavam no que eles iriam ganhar em troca. eles eram pessoas que achavam que sabiam de tudo, mas que na verdade eles não sabiam de tudo que eles achavam que sabiam, mas as pessoas não poderiam nem questionar isso, pois elas estavam em busca do conhecimento, pensndo que os sofistas eram grandes sabios.
    Muitos dos sofistas nem se quer eram nascidos em atenas, sóteriam ido para lá, por causa dos benefícios ganhos com essa profissão.
    Gislenny Tavares nº 19
    Secretariado Escolar

    ResponderExcluir
  60. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  61. A filosofia de vida dos sofistas adotava uma visão de mundo extremamente egoísta e utilitária diante dos problemas da atividade prática, por isso foi que Sócrates se levantou fortemente contra esta doutrina.Os solfistas eram como mestres que viajavam realizando aparições publicas.O foco central de seus ensinamentos concentrava-se no logos ou discurso, com foco em estratégias de argumentação. Eles cobravam taxas para educação.
    Atuavam como professores ambulantes de filosofia, ensinando, a um preço estipulado, a arte da política, garantindo o sucesso dos jovens na vida política.No entanto o movimento sofistico surgiu como representação dos interesses de novas classes que alçaram espaço dentro do sistema democratico do governo de atenas.os sofistas eram muitos egoistas, só pensavam no bem estar e no comforto de se propio. .A principal doutrina sofística era que: "O homem é a medida de todas as coisas"
    Mikaely Lopes nº27
    Secretariado escolar

    ResponderExcluir
  62. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  63. Os sofistas são mestres que viajavam de cidade em cidade realizando discursos para o público para atrair estudantes,que tinham que pagar taxa para receber educação,os seus ensinamentos eram voltados para as estratégias de argumentação.Circulavam por aí como professores ambulantes e por nínguem os questionar se aproveitaram dessa cituação, passsando a cobrar em dinheiro para ensinar as outras pessoas.
    Com isso,pude concluir que os sofistas eram na realidade uns farsantes que se passavam por professores para ganhar dinheiro, ou seja,de acordo com o que sabemos hoje,os sofistas não foram pessoas "éticas".(manoel rafael)(mecânica)

    ResponderExcluir
  64. Os sofistas se compunham de grupos de mestres que viajavam de cidade em cidade realizando aparições publicas para atrair estudantes,de quem cobravam taxas para oferecer-lhes educação.Os mestres sofistas alegavam que podiam ´´ melhorar ´´ seus discípulos,ou em outras palavras,que a ´´ virtude ´´ seria passível de ser ensinada. Argumentavam,por exemplo,que as praticas culturais existiam em função de convenções ou ´ ´nomos ´´,e que a moralidade ou imoralidade de um ato não poderia ser julgada fora do contexto cultural em que aquele ocorreu.

    Pode-se dizer que o significado do termo ‘SOFISTAS’ na antiguidade não é igual ao que chegamos denominar como sofistas em nossa atualidade. A ação realizada pelos sofistas é considerada atualmente como não ética e não moral ,pois destrói totalmente os valores do que é ser ético e moral; a intenção dos sofistas fugiam completamente dos padrões, pois eles cobravam para dar seus ensinamentos, e esses por sua vez acabavam sendo completamente errados.
    Os sofistas foram os primeiros advogados do mundo,ao cobrar de seus clientes para efetuar suas defesas,dada sua alta capacidade de argumentação a principal doutrina sofistica consiste,em uma visão relativa de mundo,a principal doutrina sofistica pode ser expressa pela máxima de Protágoras ´´ O homem é a medida de todas as coisas ´´.A sofistica sustenta o relativismo pratico,destruidor da moral.Como é verdadeiro o que tal ao sentido,assim é bem o que satisfaz ao sentimento,ao impulso,á paixão de cada um em cada momento.



    Francisca Érica de Lima
    Manutenção Automotiva (A)

    ResponderExcluir
  65. Aécio Sousa,esses sofistas eram um bando de sacanas!Sabe por quê?Onde já se viu cobrar uma determinada quantia a alguém só para repassar o conhecimento que esses intelectuais já tinham?Poxa cara isso é uma puta falta de sacanagem!Conhecimento é algo divino e que poucos conseguem administrar para fins benéficos.Se eles queriam dinheiro,podiam ter conseguido de outro modo e não cobrando por conhecimento!Observe que,quando você tem conhecimento,você guarda consigo mesmo a chave das respostas intelectuais.Cada vez que surge uma dúvida ou uma pergunta e ela se adéqua ao seu conhecimento,há geração de respostas e soluções.Agora cobrar,chega ao ponto de ser egoísta o suficiente para repassar conhecimento?O importante é que você ganhando algo ou não,transmita esse conhecimento para pessoas sem pedir nada em troca!Sabemos que no mundo de hoje,o dinheiro é preciso para a maioria de nossas atividades,mas você que é jovem e tem bastante conhecimento,repasse-o para os outros sem querer receber algo em troca...Não seja como esses sofistas:egoístas e utilitários de si mesmo.Seja honesto acima de tudo para que quando tu venhas a morrer,não sejas lembrado como mais um bosta que passou por este mundo e sim,uma pessoa que modificou o destino de uma cidade,de um estado,de um país ou até mesmo do mundo!

    Nome:Hélio Félix Dos Santos Neto n°:17
    Curso:Manutenção Automotiva B

    ResponderExcluir
  66. Os sofistas eram um grupo de pessoas que passavam de cidade para cidade,no intuito de fazer com que as pessoas acreditassem,na sua mitodologia de estudo,que em troca cobravam taxas para oferecer a educaçao.
    O foco principal no discurso com estartegia de argumentaçao,eles acreditavam que podia melhorar a'sua disciplina.
    Os primeiros mais conhecidos eram Protagoras,gorgias,e esócrates.eles argumentavam que as praticas existiam em funçao de convençoes ou'nomos'que a moralidade nao podia ser considerada fora do contexto cultural.Um dos ensinamentos marcados dos homens é a medida de todas as coisas surgiu do seu ensinamento e uma de suas famosas doutrinas sofistas e a teoria do contar argumento,eles foram um dos maiores advogados do mundo,e cobrava pelo seu trabalho ao cliente.Eles somente sao conhecidos hoje pelos escritores de seus ponentes.aristoteles e plantao que dificulta sua visao ao sofistas.eles eram os primeiros a interferir em busca pre-socratica e por uma unidade originaria.

    faiane rosendo
    manutençao A
    n°14

    ResponderExcluir
  67. Os sofistas consistia em determinadas pessoas ou um "grupo de professores ambulantes" que andavam de cidade em cidade ensinando a doutrina filosófica por dinheiro, todavia, estas pessoas não se importavam com a verdade das coisas, nem buscavam a verdadeira sabedoria, pois achavam que o homem tinha em suas mãos todo o poder de conhecimento, em outras palavras eles eram seres humanos não- éticos. Estes criaram uma famosa frase conhecida por nós até hoje: "o homem é a medida de todas as coisas".
    A doutrina sofística, embora fosse errada era a mais procurada, pois as pessoas achavam que eles eram sábios o suficiente para ensiná- las e por isso pagavam pelo conhecimento. As taxas cobradas por seus ensinamentos, podia ser considerada um meio de "ganhar a vida", e de assegurar sua sobrevivência. Entre os sofistas mais conhecidos destacam- se Protágoras, Górdias e Isócrates, que são considerados os primeiros sofistas.
    O Ateniense Sócrates,que viveu entre 470\469-399 a.C o mais sábio da Grécia segundo Apolo, pôs abaixo a doutrina sofística, quando induzido pela humildade e sabedoria, saiu as ruas das cidades- estados gregas, fazendo simples perguntas a estes tais que consideravam a si mesmos "MESTRES".

    ResponderExcluir
  68. Os sofistas


    os sofistas se compunham de grupos de mestres que viajavam de cidade em cidade realizando aparições públicas (discursos, etc) para atrair estudantes, de quem cobravam taxas para oferecer-lhes educação.. diversos sofistas questionaram a propalada sabedoria recebida pelos deuses e a supremacia da cultura grega (uma idéia absoluta à éa conhecida frase "o homem é a medida de todas as coisas" surgiu dos ensinamentos sofistas. uma das mais famosas doutrinas sofistas é a teoria do contra-argumento.epoca).Os Sofistas foram os primeiros advogados do mundo, ao cobrar de seus clientes para efetuar suas defesas, dada sua alta capacidade de argumentação. Os sofistas só são conhecidos hoje pelas escritas de seus oponentes (mais especificamente, Platão e Aristóteles) que dificulta formular uma visão completa das convicções dos sofistas.Os sofistas são os primeiros a romperem com a busca pré-socrática por uma unidade origináriaA sofística sustenta o relativismo prático, destruidor da moral. Como é verdadeiro o que tal ao sentido, assim é bem o que satisfaz ao sentimento, ao impulso, à paixão de cada um em cada momento.. Esse domínio violento é necessário para possuir e gozar os bens terrenos, visto estes bens serem limitados e ambicionados por outros homens. A principal doutrina sofística consiste, em uma visão relativa de mundo (o que os contrapõe a Sócrates que, sem negar a existência de coisas relativas, buscava verdades universais e necessárias).Protágoras: "O homem é a medida de todas as coisas".Outro sofista famoso foi Górgias de Leontini, que afirmava que o 'ser' não existia. Segundo Górgias, mesmo que se admitisse que o 'ser' exista, é impossível captá-lo. A moral, portanto, - como norma universal de conduta - é concebida pelos sofistas não como lei racional do agir humano, isto é, como a lei que potencia profundamente a natureza humana, mas como um empecilho que incomoda o homem.NOME; ERISVANDO
    TURMA:MANUTENÇÃO A NÚMERO:19
    Bibliografia:
    http://pt.wikipedia.org/wiki/sofistas. Pesquisado em 01

    ResponderExcluir
  69. Os sofistas eram grupos de pessoas que ensinavam as pessoas conhecimento em troca de dinheiro,diziam que eram os sábios daquele tempo,e eram vistos como professores,por isso,as pessoas não os questionavam.eles ensinavam as pessoas a "virtude" e com isso eles fizeram uma frase que dizia assim "o homem é a medida de todas as coisas".eles diziam que todo argumento podia ser contraposto por outro argumento.os sofistas foram os primeiros a cobrar dos seus clientes para efetuar sua defesa de argumentação.mas nessa época apareceu o grande filosofo seu nome era Sócrates que era anti-sofista ele não acreditava nos sofistas e queria prova que os sofistas estavam errados,com isso Sócrates foi testa os sofistas, e a cada perguntar que Sócrates fazia aos sofistas eles davam a resposta e a cada resposta Sócrates fazia uma nova perguntar,com isso Sócrates provou que os sofistas estavam errados,depois disso Sócrates deixou um frase muito famosa "só sei que nada sei" e depois de um tempo Sócrates foi morto. MARDONIO AUGUSTO SOUSA LIMA N-31 AUTOMOTIVA-B

    ResponderExcluir
  70. Os sofistas eram pessoas que realizavam aparições para atrair estudantes,de quem cobravam taxas para lhe oferecer educação.Eles também diziam que a virtude seria possível de ser ensinada.Eles cobravam taxas para educação.
    Atuavam como professores ambulantes de filosofia, ensinando, a um preço estipulado, a arte da política, garantindo o sucesso dos jovens na vida política. A sofística move uma justa crítica, contra o direito positivo, muitas vezes arbitrário, contingente, tirânico, em nome do direito natural. Mas este direito natural - bem como a moral natural - segundo os sofistas, não é o direito fundado sobre a natureza racional do homem, e sim sobre a sua natureza animal, instintiva, passional. Então, o direito natural é o direito do mais poderoso, pois em uma sociedade em que estão em jogo apenas forças brutas, a força e a violência pode ser o único elemento organizador, o único sistema jurídico admissível.
    Andrenna bruna nº07
    secretariado escolar.

    ResponderExcluir
  71. Os sofistas foram reputados como grandes mestres, eram procurados por jovens bem-nascidos,dispostos a pagar muito dinheiro para aprender o que os filósofos tinham a lhes ensinar. O jovem buscava junto ao sofista a Ara té, qualidade indispensável para se tornar um cidadão bem-sucedido. No regime democrático que vigorava em Atenas, o exercício da função política dependia do bom uso da palavra. E os sofistas foram mestres na arte de bem falar. os sofistas negam a existência da verdade, ou pelo menos a possibilidade de acesso a ela. Para os sofistas, o que existia são opiniões:boas e más, melhores e piores, mas jamais falsas e verdadeiras na formulação clássica de Protágoras,"O homem é a medida de todas as coisas". Merizy Hevilla número: 25/ secretariado

    ResponderExcluir
  72. Os sofistas eram mestres que iam de cidades em cidades realizar aparições publicas direcionada especificamente aos jovens, que tinham que pagar para ter uma educação. Eles alegavam que a ''virtude'' poderia ser ensinada, sendo que a virtude depende das atitudes de uma determinada pessoa.
    Os primeiros sofistas foram: Protágoras, Górgias e Isócrates, eles argumentavam que as praticas culturais existiam em função de convenções, e a moralidade ou imoralidade de um cidadão não deveria ser julgada fora do contexto em que ocorreu e isso fez com que eles fossem perceguidos pelos amantes da sabedoria: os filósodos gregos.
    Os sofistas também foram os primeiros advogados, cobravam aos clientes pois tinham um grande poder de argumentação.
    Para os sofistas existiam opniões melhores e piores, mas nunca falsas ou verdadeiras!
    -
    Natália de S. Lopes, n°29 - Secretariado

    ResponderExcluir
  73. Na época da Grécia Antiga surgiram os sofistas. Eles eram homens(na maioria dos casos (estrangeiros), que eram tidos como sábios daquela época e que eram contratados para repassar seus para outras pessoas.
    Mas, era nessa época que a cidade de Atenas estava no sue apogeu da democracia(tendo diariamente debates em praças públicas),e a partir daí os cidadãos atenienses passaram a recorrer aos sofistas para que eles ensinassem sues filhos para que quando adultos tivessem conhecimento,assim iriam representar sua família nesses debates.
    Pelo fato de que as pessoas tratavam os sofistas como "sábios" eles passaram a se aproveitar disso e começaram a cobrar das pessoas para que esse conhecimento lhe fosse passado,daí lançaram a seguite doutrina "O HOMEM É A MEDIDA DE TODAS AS COISAS" afirmando que o que existia eram opinões,boas ou ruins,mas nunca falsas ou verdadeiras.
    Concluo assim que de acordo com o que sabemos sobre a ÉTICA, os sofistas eram pessoas que não exerciam a mesma.

    Lucas Hyago de Sousa Silva Nº27
    Turma:Manutenção Automotiva B

    ResponderExcluir
  74. Os sofistas
    Os sofistas portanto não era nada ético,eram os grupos de mestres que viajavam de cidade em cidade realizando discursos políticos.sua conhecida frase:”o homem é a medida de todas as coisas”,pois decidiam fazer o que queriam sem que fosse preciso cumprir com as regras estabelecidas.foram também considerados os primeiros advogados do mundo,por serem eles os primeiros a cobrar por divulgações de argumentos de defesa.Mas no entanto iam a procura da verdade por isso eram os primeiros filósofos existentes,acreditavam que o ser humano tinha que ser renovar sobre si próprio,e não por padrões externos a si.os sofistas mais famosos foram:Protágoras,Górgias e isócrates eram os amantes da sabedoria .Para os sofistas o bem satisfaz ao sentimento,ao impulso á paixão de cada um em cada momento,ou seja,o único bem é o prazer particular.o ponto principal deles é a força bruta e a violência como sendo o único elemento organizador.

    Elisandra Queiroz da Silva
    Manutenção Automotiva (a) n* 10

    ResponderExcluir
  75. Os sofistas eram professores viajantes que, por determinado preço, vendiam ensinamentos práticos de filosofia. Levando em consideração os interesses dos alunos, davam aulas de eloqüência e sagacidade mental, ou seja, tinham fácil oratória e eram astuciosos. Ensinavam conhecimentos úteis para o sucesso dos negócios públicos e privados.
    As lições sofísticas tinham como objetivo o desenvolvimento do poder de argumentação, da habilidade de discursos primorosos, porém, vazios de conteúdo. Eles transmitiam todo um jogo de palavras, raciocínios e concepções que seria utilizado na arte de convencer as pessoas, driblando as teses dos adversários.

    Eliziane da Silva Vieira, 11.
    Manutenção Automotiva B

    ResponderExcluir
  76. Os sofistas se compunham de grupos de mestres que viajavam de cidade em cidade realizando aparições públicas para atrair estudantes, de quem cobravam taxas para oferecer-lhes educação. O foco central de seus ensinamentos concentrava-se no logos ou discurso, com foco em estratégias de argumentação. Os mestres sofistas alegavam que podiam "melhorar" seus discípulos, ou, em outras palavras, que a "virtude" seria passível de ser ensinada. A doutrina sofística, embora fosse errada era a mais procurada, pois as pessoas achavam que eles eram sábios o suficiente para ensiná- las e por isso pagavam pelo conhecimento. As taxas cobradas por seus ensinamentos, podia ser considerada um meio de "ganhar a vida", e de assegurar sua sobrevivência. Entre os sofistas mais conhecidos destacam- se Protágoras, Górdias e Isócrates, que são considerados os primeiros sofistas. eles se originaram da grécia por um grupo de professores.
    então para concluir naquele tempo os sofistas eram os mais sábios, mas quando alguém conseguia desmite-los não era mais considerados mais sofistas.
    MIGUEL MENDES DOS SANTOS JUNIOR N-33
    MANUTENÇÃO AUTOMOTIVA B

    ResponderExcluir
  77. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  78. Os sofistas eram grupos de sábios que viajavam de cidade em cidade para ensinar a população que la morava só que muitas vezes eles pediam um valor absurdo de dinheiro e seus parentes certos de que eles iam aprender,mas só que muitas vezes eles se passavam de sábios enganando os cidadãs, por que eles sabiam que naquela época as pessoas não tinham nenhum conhecimento. Ao individualismo sofístico, Sócrates contrapôs, não o conceito de um homem universal, um homem-razão que não tenha já nenhum dos caracteres precisos e diferenciados dos indivíduos, mas o vínculo de solidariedade e de justiça entre os homens, graças ao qual nenhum deles se pode libertar ou alcançar qualquer coisa de bom só por si só, antes estando junto aos outros e só podendo progredir com a sua ajuda e ajudando-os por seu turno.

    NOME:Jessé de Lima Uchôa N:22
    TURMA:Manutenção Automotiva B

    ResponderExcluir
  79. O sofistas eram professores particulares que pra garantir sua renda, vendiam seus conhecimentos e que absurdamente na maioria das vezes eram mentiras ou ideologias demagógicas. Considerados os primeiros advogados do mundo por cobrar pelos serviços prestados, eles também eram na época considerados sábios pela população, idéia essa que foi derrubada por Platão e Sócrates, os mesmos usaram de seus argumentos e toda inteligência adquirida para desmascará-los. Os Sofistas foram perseguidos pelos filósofos da época e foram erradicados dos pontos principais de suas leigas ações.
    O Sofistas eram pessoas que de sua forma tinham suas próprias idéias, defendiam seus pensamentos, e isso que fez despertar nos filósofos da época vontade de caçá-los. Considerados os guardiões da democracia, os sofistas tinham realmente o espírito democrático. Eles não tinham apenas um lado ruim, pois eles também foram essenciais para que hoje tivéssemos uma consciência democrática.
    Se agora pararmos para refletir, os sofistas eram o que hoje chamamos de vigaristas, pois usavam da mentira e de coisas erradas para garantir seu bem estar, e também os mocinhos injustiçados, que por motivos inválidos perdiam o direito de liberdade entre a sociedade.
    Concluo que as maneiras de interpretação referidas aos sofistas sejam diferentes, isso é bom, pois mostra que todos nós temos um lado crítico e que estão bem expressos em nossos comentários .
    Espero que gostem... Jam Ariel - Automotiva b
    número: 20

    ResponderExcluir
  80. Os sofistas sem duvida fizeram parte da elite da época,entretanto,como acontece nos dias de hoje,esse excesso de respeito e poder lhes subiu a cabeça,fazendo assim com que os grupos de sofistas perdessem o seu valor educacional passando a visar o lucro a qualquer preço,mesmo se fosse as custas do engano de muitas pessoas,sufista,então tornou_se significado de falta de ética e desrespeito ao cidadão.
    A historia dos sofistas traz na sua realidade um retrato do que por muitas vezes o que acontece na nossa sociedade atual,o que veio mudar essa situação de constante desrespeito foi a persistência de Sócrates,que acima de tudo buscou abrir os olhos de todos para a humildade,ele sendo um homem de grande sabedoria,que foi aclamado ate pelos''deuses''se fez humilde mostrando a realidade e mostrando que não existe perfeito conhecimento:''só sei que nada sei''
    Assim desse modo ele conseguiu derrubar a teoria dos sofistas.

    aluno:Damião Nunes nº08
    Turma: Manutenção automotiva B

    ResponderExcluir
  81. O sofistas eram apenas professores que se diziam saber de tudo, atraiam estudantes e cobravam taxas para que pudessem demostras seus conhecimentos.eles eram pessoas gananciosas que se aproveitava de pessoas sem muito conhecimentos.a principal doutrina dos sofistas era que o homem e a medida de se mesmo.mais socrates questionava os
    sofistas dizendo que nos nao sabemos de tudo.e por isso podemos dizer que os sofistas foram os primeiros advogados do mundo a cobrar seus clientes para efetuar sua defesa.

    Carina Do Nascimento Oliveira 12
    Secretariado

    ResponderExcluir
  82. O sufistas se compunham de grupos de mestres que viajam de cidade em cidade para atrair estudantes.OS mestres sofistas alegavam que podiam melhor seus discípulos,ou em outras palavras ,que a virtude seria possível de ensinada .E que os sufistas foram os primeiros advogado do mundo.ao cobrar de seus clientes para efetuar suas defesas.e que os sufistas eram originalmente termo que era dado as técnicas ,eles eram ensinados por grupos respeitado de professores retóricos na Grécia antiga.
    Magnalia Rocha da Silva 23
    Secretariado Escolar

    ResponderExcluir
  83. Os sofistas se compunham de grupos de mestres que viajavam de cidade em cidade realizando aparições públicas (discursos, etc) para atrair estudantes, de quem cobravam taxas para oferecer-lhes educação. O foco central de seus ensinamentos concentrava-se no logos ou discurso, com foco em estratégias de argumentação. Os mestres sofistas alegavam que podiam "melhorar" seus discípulos, ou, em outras palavras, que a "virtude" seria passível de ser ensinada. esta dizendo q os sofistas saiam de cidade em cidade realizando aparições .. que eles eram tipo professores viajante.Os sofistas só são conhecidos hoje pelas escritas de seus oponentes (mais especificamente, Platão e Aristóteles) que dificulta formular uma visão completa das convicções dos sofistas.Os sofistas são os primeiros a romperem com a busca pré-socrática por uma unidade originária iniciada com Tales de Mileto e finalizada em Demócrito de Abdera (que embora tenha falecido pouco tempo depois de Sócrates, tem seu pensamento inserido dentro da filosofia pré- socrática).eles queriam ajuda muito as pessoas e diziam que ia ajuda-los.
    MONIQ LIMA: MANUTENÇÃO

    ResponderExcluir
  84. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  85. Marcos - Chocolate disse...

    Naquela época eles se ocupavam para ensinar os outros e os mestre de grupos viajavam de cidade em cidade para realizar suas publicações ,discursos para atrair muitos estudantes de quem cobravam uma certa contia para lhes ensinarem e ele achavam isso muito proveitoso .
    E esse era o foco central de seus ensinamentos ,e alongo dos discursos ou argumentos os melhores mestre que eram os sofistas alegavam que podiam melhoras seus argumentos ou outras palavras que seria os sofistas que eram originalmente o termo dado que podia ser para técnicas de ensinar.
    E os sofistas eles usavam os seus estudos para ser advogado do mundo ,e eles tinham seus clientes para ser seus defensores e era dados os argumentos e suas capacidades de ensino.E eles eram originalmente termos dados por técnicos.
    Higor Dagoberto de Sousa, 26
    Manutenção Automotiva - A

    ResponderExcluir
  86. Os Sofistas são educadores preocupados em ganhar dinheiro.

    ResponderExcluir
  87. Os sofistas eram mestres de grupos que viajaram de cidade em cidade,realizavam aparições públicas para atrair estudantes de quem lhe cobravam para oferece-lhes educação.Eles afirmavam que podiam melhorar seus alunos.Eles argumentavam que a sabedoria recebida pelos deuses era propalada por eles mesmos.Uma idéia absoluta á epoca.Foram também os primeiros advogados do mundo ao cobrar de seus clientes para efetuar suas defesas.Sofística era,originalmente,um termo dado as técnicas ensinadas por esses tipos de mestre.Foram os primeiros a romper a busca Pré-Socrática.

    Marcia Marília Ramos De Lima N' 30
    Manutenção Automotiva B

    ResponderExcluir
  88. Os sofistas eram grupos de mestres que andavam de cidades em ciades, fazendo reuniões com a população, as suas maiores platéias eram estudantes, eles preferiam estudantes pois eles tinham um conhecimento maior, eles praticamente vendiam seus conhecimentos para as pessoas, as pessoas lhes perguntavam alguma coisa eles respondiam, más quando não sabiam mentiam para as pessoas eles as enganavam. Essa teoria dos sofistas não durou muito, pois foi destruída por um homem muito sábio da época chamado Sócrates, ele ficou sabendo dessa situação por meio de deus Apolo, logo que ficou sabendo disso foi em busca dos sofistas, quando ele encontrou os sofistas, Sócrates começou a interrogá-los com muitas perguntas, porém eles não sabiam responder, assim Sócrates disse uma simples frase: ´´só sei o que nada sei``; Os sofistas refletiram sobre essa frase e disseram que, como nós podemos saber de todas as coisas, se o homem mais sábio tinha acabado de dizer uma frase dessa; assim Sócrates conseguiu derrubar essa teoria mais em troca acabou sendo morto pelos políticos da época, Sócrates morreu más morreu pela verdade. Como antigamente existiu os sofistas os enganadores, hoje também existe pessoas que enganam as outras, más também existe pessoas pronta para acabar com isso a qulquer preço.

    ALUNO:Cosme Nunes nº07
    TURMA: Manutenção Automotiva B

    ResponderExcluir
  89. eeep professor francisco aristóteles de sousa

    A muito tempo atras os homens acreditavam que sabiam de tudo e por isso poderiam se aproveitar dos outros repassando seus conhecimentos.para a surpresa deles,os deuses disseram que o homem mais sábio da época era Sócrates.
    Sócrates ao saber que tinha o dom de sabere conhecer a natureza íntima das coisas,foi tentar´´desmascarar`` os sofísticas fazendo a eles simples perguntas onde qualquer pessoa com conhecimentodas coisas poderiam responder.
    muitos ao saberemque ele era o mais sábio da época e que niguem se comparava a ele ficaram com medo de ser desmascaradoe ameaçaram sócrates de morte foi o que aconteceu, sórates foi morto mais antes de morrer derrubou o redinado dos sofística.
    Ao levarmos essefato para nosso cotidiano acabamosvendo que isso hoje é comum na sociedade em que vivemos,pois hoje vemos homens que queremser donos de todo o conhecimento e de toda a verdade a maioria das vezes esses homens só se aproveitar do momento deixando para tras os valores que a vida tem.

    CARLOS EDUARDO FERREIRA DE SOUZA N.06
    MANUTENÇÃO AUTOMOTIVA B

    ResponderExcluir
  90. os sufistas eram mestres que viajavam,para ensinar os estudantes,oferecem educaçâo e cobrava taxa.Eles eram mesmo pessoas que enganava os estudantes,para ganhar dinheiro e eles pegavam familias ricas,e sâo pais que nâo se preocupava muito com seus filhos.Com o passar do tempo as pessoas começaram a ser mais criticas,com isso os sufistas moveram uma justa critica,contra o direito positivo muitas vezes contigentes0,tirânos em nome do direito natural.Tentaram a força bruta e a violência mais nâo conseguiram so pioraram as coisas.
    samira gomes 39 automotiva (B)

    ResponderExcluir
  91. Os sofistas foram os primeiros filósofos do período socrático. Esses se opunham à filosofia pré-socrática dizendo que estes ensinavam coisas contraditórias e repletas de erros que não apresentavam utilidade nas cidades.Os sofistas foram sábios que atuavam como professores ambulantes de filosofia, ensinando, a um preço estipulado, a arte da política, garantindo o sucesso dos jovens na vida política. Eles ensinavam a arte da retórica.
    Os escritos dos sofistas se perderam no tempo, os conhecemos a partir de comentários de Platão, que nos deixa uma visão estereotipada dos sofistas, denominados de charlatães, pois convencem os ignorantes de um saber que, na verdade não possuem.

    Beatriz rocha marques N°4
    Manutenção automotiva B

    ResponderExcluir
  92. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  93. os sofista era um grupo de mestres que viajaram de cidade em cidade,para tentar atrair estudantes para oferecer uma educação.diversos sofista questionaram a sabedoria recebida pelos seus deuses e a supremacia da cultura grega.E esse era o foco central de seus ensinamentos ,e alongo dos discursos ou argumentos os melhores mestre que eram os sofistas alegavam que podiam melhoras seus argumentos ou outras palavras que seria os sofistas que eram originalmente o termo dado que podia ser para técnicas de ensinar..Eles somente sao conhecidos hoje pelos escritores de seus ponentes.aristoteles e plantao que dificulta sua visao ao sofistas.eles eram os primeiros a interferir em busca pre-socratica e por uma unidade originaria.

    nome:lucas nunes
    numero:22
    curso:manutenção automotiva A

    ResponderExcluir
  94. O termo grego sofista designa homem hábil ou sábio em qualquer assunto, significa 'mestre da sabedoria'. Eram professores que ensinavam por todas as partes da Grécia. Numa época em que a democracia grega exigia a confrontação pública dos cidadãos para resolverem os seus problemas comerciais e jurídicos, os sofistas ensinavam, em troca de uma remuneração, a persuasão e a retórica.
    Acreditavam ser possível defender dois argumentos contraditórios e incentivavam os seus alunos a defenderem o mais fraco.
    A retórica foi um instrumento de poder na democracia ateniense e , desde muito cedo , os sofistas reconheceram que mais importante do que um conteúdo de um discurso é o uso que se faz das palavras , de forma a convencer os ouvintes.

    NOME: Maria Ismar Mateus da Silva N° 32
    CURSO: Manutençao automotiva B

    ResponderExcluir
  95. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  96. Os sofistas acreditavam que eles podiam melhorar o mundo, em outras palavras, diziam que a virtude poderia ser ensinada. Acreditavam ser possível defender dois argumentos contraditórios e incentivavam os seus alunos a defenderem o mais fraco. Eles eram contratados por pais de alunos para que os sofistas ensinassem seus filhos. O homem pensava sobre a natureza e a moral, nada mais que produto do homem. Assim diziam seus princípios: “O homem é a medida de todas as coisas”. Outra coisa que argumentavam, eram as praticas culturais que existiam em função de convenções ou nomos, que a moralidade ou imoralidade de um ato não poderia ser julgada fora do contexto cultural. O termo grego sofista designa homem hábil ou sábio em qualquer assunto, significa 'mestre da sabedoria’. Hoje tem pessoas como esses sofistas que enganam as pessoas, mais têm que ter cuidado com eles.

    AUTOMOTIVA B
    ANA TÁFILA NUNES MACIEL Nº02

    ResponderExcluir
  97. Os sofistas sistematizaram e transmitiram uma série de conhecimentos estudas até os dias de hoje, dominavam técnicas avançadas de discurso e atraiam muitos aprendizes. Eles não ensinavam em um determinado local, eram conferencistas itinerantes, viajando constantemente. Os sofistas ensinavam por meio de uma designação geral de filosofia que compreendia uma série de conhecimentos não abordados pela escola regular, como: física, geometria, medicina, astronomia, retórica, artes e a filosofia em si.

    Antes de mais nada, os sofistas se preocupavam em manejar minuciosamente as técnicas de discurso, a tal ponto que o interlocutor se convencesse rapidamente daquilo que estavam discursando. Para eles não interessava se o que estavam falando era verdadeiro, pois o essencial era conquistar a adesão do público ouvinte.

    Rosigela Arruda N°37
    manutenção B

    ResponderExcluir
  98. Em Atenas, Sócrates não era o único a filosofar. A cidade, com o seu esplendor cultural e regime
    democrático, atraía a si estrangeiros que se davam pelo nome de sofistas.
    A palavra sofista (em gregoso phistes) deriva des ophia «sabedoria», e designa todo o homem que
    possui conhecimentos consideráveis em qualquer ramo do saber, nomeadamente gramática,
    astronomia, geometria, música, entre outras. O sofista era alguém a que hoje chamaríamos de sábio.
    Ensinavam tudo o que se podia ensinar, "tinham a pretensão de formar homens completos,
    habituados a todas as subtilezas do pensamento refletido, hábeis em manejar a palavra, corajosos e fortes na ação, dignos de todos os triunfos, de todas as felicidades". Landormy .
    mas uma coisa diferenciava socrates dos sofistas: Enquanto aqueles se
    consideravam sábios, profundamente conhecedores de várias matérias, e, justamente por
    essa razão, se faziam pagar pelos seus ensinamentos, Sócrates defendia aquelafórmula tão
    célebre quanto enigmática pela qual ficou para sempre conhecido:
    "Só sei que nada sei"
    Sócrates
    defendia energicamente a necessidade e a possibilidade de conhecer a verdade. Mas, os cidadãos atenienses não souberam compreender Sócrates.Ele amava a juventude.
    Amava a sua cidade. Foi por ela que viveu e foi por ela que consentiu morrer.

    Renata Lemos Soares N°36 manutenção B

    ResponderExcluir
  99. Os sofistas foram os primeiros filósofos do período socrático. Esses se opunham à filosofia pré-socrática dizendo que estes ensinavam coisas contraditórias e repletas de erros que não apresentavam utilidade nas polis (cidades). Dessa forma, substituíram a natureza que antes era o principal objeto de reflexão pela arte da persuasão.

    Os sofistas ensinavam técnicas que auxiliavam as pessoas a defenderem o seu pensamento particular e suas próprias opiniões contrárias sobre o mesmo para que dessa forma conseguisse seu espaço. Por desprezarem algumas discussões feitas pelos filósofos, eram chamados de céticos até mesmo por Sócrates que se rebelou contra eles dizendo que desrespeitavam a verdade e o amor pela sabedoria. Outros filósofos ainda acreditavam que os sofistas criavam no meio filosófico o relativismo e o subjetivismo.

    Dentre os sofistas, pode-se destacar: Protágoras, Górgias, Hípias, Isócrates, Pródico, Crítias, Antifonte e Trasímaco, sendo que destes, Protágoras, Górgias e Isócrates foram os mais importantes.

    Nome:Jeferson de Lima Uchôa
    Turma:Manutenção Automotiva B

    ResponderExcluir
  100. Os sofistas eram professores viajantes que, por determinado preço, vendiam ensinamentos práticos de filosofia. Levando em consideração os interesses dos alunos, davam aulas de eloqüência e sagacidade mental. Ensinavam conhecimentos úteis para o sucesso dos negócios públicos e privados.As lições sofísticas tinham como objetivo o desenvolvimento do poder de argumentação, da habilidade retórica, do conhecimento de doutrinas divergentes. Eles transmitiam todo um jogo de palavras, raciocínios e concepções que seria utilizado na arte de convencer as pessoas, driblando as teses dos adversários. O sofista “sabe tudo”, e transmite um saber pronto, sem crítica ( que Platão identifica com uma mercadoria, que o sofista exibe e vende). Sócrates diz nada saber e, colocando-se no nível de seu interlocutor, dirige uma aventura dialética em busca da verdade, que está no interior de cada um.


    Rutchelo da Silva Vina Nº38

    ResponderExcluir
  101. Os sofistas era homens que viajaram de cidade em cidade,para tentar atrair estudantes para oferecer uma educação .Eles queria ganha dinheiro facil,e enganava os estutantes ,e mentiam.Considerados os primeiros advogados do mundo por cobrar pelos serviços prestados, eles também eram na época considerados sábios pela população, idéia essa que foi derrubada por Platão e Sócrates, os mesmos usaram de seus argumentos e toda inteligência adquirida para convencer a populaçao que os sofistas eram desonesto .Socrates abalou a vida cultural de Atenas e foi condenado a morte por seus concidadãos.Socrates foi considerado o mais sábio dos gregos pelo próprio. Morreu ,por que não negou o que disse para os ateniense. nome:Edilane Ribeiro N°10 CURSO: Manutençao automotiva B

    ResponderExcluir
  102. Na história do pensamento grego houve uma fase muito particular que foi extremamente importante, mas de duração relativamente curta: o período dos sofistas. Esse período compreendeu os séculos IV e V a.C. e envolveu poucos, porém grandes intelectuais, pensadores e cientistas, dentre eles: Demócrito, Protágoras, Górgias e Hipías.

    Os sofistas sistematizaram e transmitiram uma série de conhecimentos estudas até os dias de hoje, dominavam técnicas avançadas de discurso e atraiam muitos aprendizes. Eles não ensinavam em um determinado local, eram conferencistas itinerantes, viajando constantemente. Os sofistas ensinavam por meio de uma designação geral de filosofia que compreendia uma série de conhecimentos não abordados pela escola regular, como: física, geometria, medicina, astronomia, retórica, artes e a filosofia em si.Mesmo não sendo serto ensinavan errado so para ganhar dinheiro.
    ANTONIO LUCAS DA SILVA PINHEIRO N°03
    MANUTENÇÃO AUTOMOTIVA (B)

    ResponderExcluir
  103. Os sofistas eram professores viajantes que, por determinado preço, vendiam ensinamentos práticos de Filosofia. Sempre levando em consideração os interesses dos alunos pagantes, davam aulas de eloqüência e de habilidade mental, ensinando conhecimentos úteis para o sucesso dos negócios públicos e privados. As lições dos sofistas não tinham como objetivo o estabelecimento de uma verdade única, mas, sim, o desenvolvimento do poder de argumentação, da habilidade oratória, do conhecimento das doutrinas divergentes; enfim, todo um jogo de raciocínio que seria utilizado na arte de convencer as pessoas, driblando as teses dos adversários. Em conclusão, os sofistas ensinavam aos seus discípulos que não pode haver conhecimento verdadeiro, mas só um conhecimento provável, por causa de sua origem sensível, e que não existe uma lei moral absoluta, mas somente leis convencionais. O fim supremo da vida é o prazer: esta é a única meta apropriada à dimensão rigorosamente empírica do conhecimento humano.

    JORDÂNIA JOYCE LIMA ROCHA N°24
    MANUTENÇÃO AUTOMOTIVA (B)

    ResponderExcluir
  104. Foram os sofistas que sistematizaram e divulgaram os novos conhecimentos. Não ensinavam num local determinado, pois os sofistas como primeiros professores do ensino superior eram conferencistas itinerantes, em constantes viagens. As exibições que faziam do seu saber e do seu talento da palavra atraíam alunos, que se lhes agregavam e os seguiam de cidade em cidade, porque eles eram, acima de tudo, educadores. Ensinavam, sob a designação geral de «filosofia» tudo o que então se podia saber e que se não podia aprender na escola elementar: a geometria, a física, a astronomia, a medicina, as artes e técnicas e sobretudo a retórica e a filosofia propriamente dita.

    Os saberes dos sofistas ignoravam o «compreender» e eram quando muito técnicas do «agarrar»; com efeito, aquilo com que se preocupavam antes de mais os sofistas era manejar o discurso de forma tal que o interlocutor ficasse rapidamente convencido daquilo que o orador o queria persuadir. Note-se que este orador nunca se punha o problema de saber se o que ele dizia era verdadeiro, o essencial para ele era conseguir conquistar a adesão do outro.
    É por isso que, diferentemente da maiêutica de Sócrates, a retórica não se propõe conduzir o interlocutor a redescobrir a verdade que existe nele mas que esqueceu, ela propõe-se, ao contrário, em inculcar no outro ideias utilizáveis por aquele que procura o meio eficaz de lhas impor.
    BRUNA OLIVEIRA DA SILVA N°05
    MANUTENÇÃO AUTOMOTIVA (B)

    ResponderExcluir
  105. Para os Sofistas o discurso era fundamental ou seja o poder da fala e a capacidade para convencer, não importando a veracidade do que era dito.
    A verdade dos dircursos não era o mais importante e sim a capacidade de convencimento das palavras. O mais importante seria convencer ao público que o adverssário não tinha razão.Ou convencer o próprio adverssário.


    LUIS NETO SILVA DOS SANTOS N°28
    MANUTENÇAO AUTOMOTIVA B

    ResponderExcluir
  106. Os Sofistas
    Se eles queriam dinheiro, podiam ter conseguido de outro modo e não cobrando por conhecimento!
    Aécio Sousa, esses Sofistas eram um bando de sacanas! Sabe por quê? Onde já se viu cobra uma determinada quantia a alguém só para repassar o conhecimento que esses intelectuais já tinham? Poxa cara isso é puta falta de sacanagem! Conhecimento é algo divino e que poucos conseguem administrar para fins benéficos.
    Observe que, quando você tem conhecimento, você guarda consigo mesmo a chave das respostas intelectuais. Cada vez que surge uma dúvida ou uma pergunta e ela se adéqua ao seu conhecimento, há geração de respostas e soluções. Agora cobrar, chegar ao ponto de ser egoísta o suficiente para repassar conhecimento? O importante é que você ganhando algo ou não, transmita esse conhecimento para pessoas sem pedir nada em troca! Sabemos que no mundo de hoje, o dinheiro é preciso para a maioria de nossas atividades, mas você que é jovem e tem bastante conhecimento, repasse-o para outros sem querer receber algo em troca... Não seja como esses Sofistas: egoístas e utilitários de se mesmo. Seja honesto acima de tudo para que quando venhas a morrer, não sejas lembrado como mais um bosta que passou por este mundo e sim, uma pessoa que modificou o destino de uma cidade, de um estado, de um país ou até mesmo do mundo!
    ALUNO: Francisco Ailton Rodrigues Mariano Nº: 15
    Manutenção Automotiva B
    Aécio Sousa

    ResponderExcluir
  107. Os Sofistas professores que para garantir sua renda,vendiam seus conhecimentos e na maioria das vezes o que eles ensinavam era mentira e ideologia demagógicas.Os Sofistas eram considerados os primeiros advogados do mundo,porque cobravam pelo serviço prestado e na mesma época eram também considerados sábios pela população.Platão e Sócrates usaram seus argumentos e toda sua inteligência para desmascarar os Sofista,os sofista após serem desmascarados foram perseguidos por filósofos até serem erradicados dos pontos principais de suas leigas ações.Os Sofistas tinham sua própria ideia,ou seja,defendiam seus pensamentos e tinham um pensamento muito democrático.

    Aluno:Erick nº:12
    Curso:Automotiva B

    ResponderExcluir